0

Passo a passo para pintar o cabelo em casa e economizar

Aprenda a tingir as madeixas no conforto do seu lar, do jeito certo, sem gastar muito!

7 out 2020
21h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Passo a passo para pintar o cabelo em casa e economizar
Passo a passo para pintar o cabelo em casa e economizar
Foto: Shutterstock / Alto Astral

Mesmo com a flexibilização da quarentena e, consequentemente, a reabertura dos salões de beleza, muitas mulheres ainda preferem pintar o cabelo em casa. A ideia é prática e, com certeza, mais econômica do que contratar os serviços de um profissional. No entanto, é preciso ter muita cautela para alcançar o resultado desejado.

Na hora de tingir os fios, todo cuidado é pouco. Afinal, qualquer "errinho" no procedimento pode causar consequências difíceis de corrigir no cabelo, além de gerar riscos à saúde capilar. A boa notícia é que, seguindo as recomendações abaixo, você verá que fazer essa tarefa sozinha não é nenhum bicho de sete cabeças - basta uma boa dose de paciência e atenção aos detalhes. Confira!

Dicas para pintar o cabelo em casa

Foto: Shutterstock / Alto Astral

Evite usar tinturas

De acordo com o hairstylist Bruno DiMaglio, é preferível o uso de tonalizantes ao pintar o cabelo em casa. Ao contrário das tinturas, eles não contêm amônia na fórmula, saem com as lavagens e não alteram tanto a cor. Assim, se algo der errado, ficará mais fácil recuperar o tom original dos fios depois.

Porém, a maioria deles só "pega" em madeixas mais claras. Se as suas forem mais escuras, opte pelo menos por uma coloração semipermanente ao invés de permanente.

Leia as instruções

É preciso lembrar que as instruções de uso do produto não estão ali à toa e precisam ser lidas com muita atenção. Cada marca tem suas próprias orientações de preparação e aplicação da tinta no rótulo, que devem ser seguidas à risca para atingir os resultados prometidos.

Use roupas velhas

Nos salões, é comum o uso de capas protetoras para que a tintura não manche as peças de roupas da cliente. Ao pintar o cabelo em casa, o ideal é vestir uma camiseta mais velha, por exemplo, para o caso de a tinta respingar em você.

Também é fundamental o uso de luvas na aplicação, além do velho truque de passar vaselina sólida na pele (testa, orelhas e nuca) para evitar manchá-la. Não pode esquecer, viu?

Faça o teste de alergia

Outra dica muito importante é fazer o teste de alergia antes da aplicação da tintura, especialmente se estiver experimentando um produto novo. Para isso, aplique a tinta na pele da nuca ou na parte interna do braço. Aguarde alguns minutos, de acordo com as instruções do rótulo, para ver se você terá alguma reação alérgica à composição ou se é seguro utilizar o cosmético.

Depois, faça o teste da cor

Imagina tingir o cabelo inteiro e só depois perceber que comprou o tom errado ou não ficou como você imaginava? Uma maneira de prevenir que isso aconteça é testar a coloração em uma mecha atrás da orelha e, após secar, conferir se é isso mesmo que você deseja no resultado final.

Divida o cabelo

Para facilitar a aplicação do produto, separe o cabelo em mechas finas. Elásticos ou presilhas podem ser bons aliados nesse momento!

Comece aplicando pela nuca

Seja ao pintar o cabelo inteiro ou apenas retocar a raiz, o ideal é escolher a região da nuca para começar. "Por ser a área mais fria da cabeça, a ação do produto é sempre mais lenta. Enquanto isso, as têmporas e a testa são mais quentes e, por isso, o produto age mais rapidamente", explica Bruno.

Fique de olho no relógio

Sabe a dica sobre seguir o manual de instruções? A mesma regra vale para o tempo de ação da tintura. Quando pintar o cabelo em casa, procure ficar de olho no relógio e esperar o tempo indicado na embalagem do produto. Para tinturas permanentes, a coloração leva de 35 a 40 minutos para agir, já os tonalizantes gastam de 20 a 25 minutos.

Enxágue bem o cabelo

Para finalizar o processo de tingir o cabelo em casa, basta lavar os fios abundantemente e remover todos os resíduos de tinta. Outro truque ensinado pelo hairstylist é apostar em um shampoo e um condicionador próprios para o uso pós-química, que ajudam a neutralizar o pH das madeixas. Uma máscara de tratamento mais potente também é uma ótima pedida!

Seja cuidadosa

Apesar de ser um procedimento simples, pintar o cabelo em casa exige determinados cuidados, especialmente em relação ao manuseio dos produtos e manutenção da coloração.

"As químicas presentes nas tinturas por si só geralmente não condenam a saúde capilar. Entretanto, quando o procedimento é realizado da forma errada, sem a proteção ou manutenção pós-tintura, os fios podem ressecar e, o couro cabeludo, ficar mais exposto a ações alérgicas", alerta Rosângela Rocha, hairstylist e visagista.

Siga o passo a passo corretamente e fique atenta! Em caso de reações adversas, alergias ou quebra capilar, procure sempre ajuda especializada.

Consultoria: Bruno DiMaglio, hairstylist; Rosângela Rocha, hairstylist e visagista | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade