PUBLICIDADE

Nutricionista revela 4 dicas para emagrecer rápido e sem sofrer

Alimentação balanceada com exercícios físicos é a combinação indispensável desse objetivo

15 abr 2024 - 13h57
(atualizado em 17/4/2024 às 10h21)
Compartilhar
Exibir comentários

É só citar o processo de emagrecimento, que a maioria pensa que é uma meta dolorosa, com corte de diversos consumos de alimentos, não é mesmo? Aí é que se engana! Nesse sentido, a nutricionista e personal trainer Aline Becker revelou quatro dicas para emagrecer sem sofrer em entrevista exclusiva para o Sport Life.

4 dicas para emagrecer sem sofrer

Dicas para emagrecer sem sofrer
Dicas para emagrecer sem sofrer
Foto: Shutterstock / Sport Life

1. Não fazer a última refeição muito tarde

"Quem come muito tarde da noite acaba atrapalhando a produção de melatonina, que é o principal hormônio do sono. Um sono insuficiente pode resultar em aumento da grelina, diminuição da leptina e o aumento também de endocanabinoides, que é aquele sistema da larica. Isso significa que a fome aumenta exponencialmente. No outro lado, você fica com mais vontade de carboidrato, muito mais vontade de doce e estimula muito os neurônios da fome", alegou Aline.

2. Incluir proteínas em todas as refeições

Vários estudos apontam que a proteína minimiza a vontade de doces e, também, aumenta a saciedade desde que esteja em todas as refeições. "A proteína tem um efeito termogênico maior. Isso significa que quando ingerimos proteína o nosso corpo gasta mais calorias tanto para degradar quanto para digerir aquelas proteínas. Repara cabelo, pele, unha, todos os tecidos do nosso corpo e ajuda também na construção de massa muscular", detalhou a especialista.

6 benefícios da atividade física para a imunidade 6 benefícios da atividade física para a imunidade

3. Garantir o consumo de fibras e água

"A principal enzima responsável pela oxidação de gordura, que se chama AMPK (Proteína Quinase Ativada), só é ativada quando o intestino está saudável. O emagrecimento tem muita relação com o intestino saudável. Não adianta fazer uma dieta hipocalórica se o intestino não estiver funcionando bem. É necessário cuidar da saúde da microbiota intestinal para oxidar a gordura, para perder e queimar gordura. Isso não é só em relação à frequência. É também, mas vale a frequência da evacuação e o aspecto das fezes. Por isso, é muito importante olhar as fezes sempre que a gente evacua. Tem que sentir realmente 100% aquele esvaziamento. Isso significa que você precisa ir ao banheiro e sentir que eliminou tudo. Esse é um ótimo parâmetro", explicou.

4. Praticar exercícios de força

A musculação e o funcional geram força e, inclusive, são válidos para a saúde e emagrecimento. "É sempre importante frisar que aquela pessoa que tem mais massa muscular, mais musculatura e musculatura mais resistida gasta mais calorias em repouso. Então, por isso é muito comum as pessoas que são definidas sentirem muito mais fome. Porque o corpo dela gasta muito mais calorias em repouso. Então, o exercício resistido é fundamental no processo de emagrecimento", concluiu Aline Becker.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade