PUBLICIDADE

Cinco dicas para ganhar força antes de correr

É mais uma modalidade que exige trabalho multidisciplinar de um atleta amador e profissional

5 jun 2024 - 14h03
(atualizado às 23h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Ganhar força antes de correr
Ganhar força antes de correr
Foto: Shutterstock / Sport Life

Exercício do prazer, ou seja, a corrida permite a sensação para os seus praticantes e a diferença é que a preparação interfere no rendimento dentro das pistas. Nesse sentido, o Sport Life vai compartilhar cinco dicas para ganhar força antes de correr com as ajudas dos educadores físicos Giulliano Esperança e Gilberto Lino, da Academia Competition.

O quinteto de dicas para ganhar força antes de correr

Aeróbicos diversificados

"Atletas podem escolher a forma de treinamento aeróbico, que preferirem ou variá-las de acordo com seus objetivos e preferências pessoais sem se preocupar com impactos negativos significativos no desenvolvimento muscular e da força", disse Giulliano em entrevista exclusiva para o portal.

Agachamento unipodal

É o trabalho que pode ser feito com uma perna em prol do endurecimento. "Fortalecimento dos quadríceps, posterior de coxas e glúteos, além de proporcionar estabilização dos tornozelos e ligamentos dos pés. Realizar três séries de dez repetições para cada perna", orientou Gilberto em contato com a reportagem.

Separação de treinos de força e aeróbios

"É recomendável separar os treinos de força e aeróbios por pelo menos 3 horas. Essa separação permite que cada tipo de treino seja otimizado sem prejudicar o outro, e, especialmente, importante para aqueles que buscam melhorar tanto a força quanto a capacidade aeróbia", salientou Esperança.

Agachamento afundo

Movimento que é semelhante ao da corrida. "As pernas estão constantemente em movimento anteroposterior, fortalecendo os quadríceps e o posterior de coxas. Realizar dez repetições com a perna direita à frente e depois com a perna esquerda à frente", explicou Lino.

Elevação pélvica

"Exercício para fortalecimento do posterior de coxas, glúteos, músculos paravertebrais, músculos que envolvem a coluna vertebral, e região lombar. Realizar o movimento deitado no chão, elevando o quadril e contraindo os músculos envolvidos. Realizar três séries de 10 a 15 repetições", concluiu Gilberto Lino.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade