1 evento ao vivo

Mari Alexandre conta como dribla a falta de apetite do filho

14 mai 2014
08h01
atualizado em 15/5/2014 às 11h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Ser mãe é ter muita paciência. E Mari Alexandre concorda. Mãe de Záion (5 anos), fruto do seu relacionamento com o cantor Fábio Jr., afirma: “Sempre tento conversar e ter paciência para que meu filho coma pelo menos um pouco.”

<p>Mari Alexandre e o filho Záion: "Alterno momentos de comidas saudáveis com guloseimas."</p>
Mari Alexandre e o filho Záion: "Alterno momentos de comidas saudáveis com guloseimas."
Foto: Divulgação/Edilson Dias

Essa mesma situação que a modelo e atriz passa é comum a uma legião de mães com filhos nessa faixa etária, em que o apetite diminui e aumenta a seletividade. Mas Mari conta como reverte a situação para que o desenvolvimento do garoto seja saudável e, aos poucos, adquira bons hábitos alimentares.

Terra - Como você cuida da alimentação do Záion?
Mari Alexandre – Tento fazer com que ele coma comidinhas saudáveis. Mas ele tem os momentos de só ingerir guloseimas também.  Acho fundamental ter regras na alimentação. Em casa, de segunda a sexta, temos horário para comer. Nos finais de semana, relaxo um pouco.

Záion come frutas, mas não é fã de verduras e legumes
Záion come frutas, mas não é fã de verduras e legumes
Foto: Divulgação/Edilson Dias
Terra – Tem alguma tática para ele comer frutas e verduras?
Mari Alexandre – Ele come frutas, tanto que até pede. Mas verduras, com exceção de alface, e legumes é um pouco mais difícil fazê-lo consumir. Cheguei até a pedir à minha cozinheira para colocar algum legume no feijão e bater no liquidificador; assim ele come só o caldinho e não sente tanto o gosto.  

Terra – Você costuma cozinhar para o Záion?
Mari Alexandre – Não sou boa na cozinha, mas alguns pratos que ele adora, e são mais fáceis, eu faço (risos). E como é a mãe que prepara, ele ama. Por exemplo: espaguete ao alho e óleo e farofa de ovo.  

Terra – Quais dicas você daria às mães que passam pela mesma situação?
Mari Alexandre – Paciência e muita conversa. Acho fundamental ensinar desde pequeno a comer de tudo. Então, faça a refeição ficar divertida. Vale enfeitar o prato e até formar desenhos de bichinhos com os alimentos.

Fonte: Qualitá
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade