PUBLICIDADE

Força Aérea usa drone para identificar pessoas isoladas e em risco no RS

Uma aeronave não tripulada está sendo usada para auxiliar vítimas de enchente no estado

6 mai 2024 - 11h21
(atualizado às 23h43)
Compartilhar
Exibir comentários
FAB usa drone para identificar pessoas isoladas e em risco no Rio Grande do Sul:

A Força Aérea Brasileira (FAB) está usando uma Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), um tipo de drone, para auxiliar nas buscas e identificação de vítimas da enchente causada por temporais no Rio Grande do Sul.

O equipamento irá sobrevoar 9 municípios da região da Quarta Colônia, no centro do Estado, segundo informações divulgadas pela FAB no domingo, 5.

As pessoas que estiverem em situação de risco e avistarem o drone devem sinalizar ou fazer marcações de dentificação, para que recebam a ajuda necessária.

O drone usado é um modelo RQ-900 Hermes, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems
O drone usado é um modelo RQ-900 Hermes, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems
Foto: Divulgação/FAB

O drone usado é um modelo RQ-900 Hermes, fabricado pela empresa israelense Elbit Systems e que pertence à Base Aérea de Santa Maria (BASM). O aparelho possibilita analises em tempo real e em alta precisão das áreas expostas.

Tragédia no RS

O Governo do Rio Grande do Sul atualizou os números em relação à tragédia que afeta o Estado em meio  aos temporais e à enchente do rio Guaíba. Às 9h desta segunda-feira, 6, foram confirmadas 83 mortes – 4 sob investigação – e 111 desaparecidos.

Imagens aéreas mostram enorme devastação em cidade no Rio Grande do Sul:

No total, já são 850.422 afetados pela tragédia. Além disso, foram contabilizados 345 municípios castigados, 19.368 pessoas em abrigos, 121.957 desalojados e 276 feridos

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade