2 eventos ao vivo

Pietro Fittipaldi é uma esperança real para o Brasil na F1

Pietro Fittipaldi herdou não apenas o nome do avô Emerson Fittipaldi, mas também a capacidade de ganhar corridas -- e isso o diferencia

30 nov 2020
13h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Pietro Fittipaldi: oportunidade de ouro na Haas.
Pietro Fittipaldi: oportunidade de ouro na Haas.
Foto: Divulgação

Depois de 57 GPs sem pilotos na Fórmula 1, o Brasil terá seu representante no Grande Prêmio do Sakhir: Pietro Fittipaldi, neto do bicampeão Emerson Fittipaldi. Pietro chega à F1 aos 24 anos -- e isso é bom, pois tem experiência de vida. Pietro tem uma característica que o diferencia de muitos pilotos: sabe ganhar corridas, não é um burocrata das pistas.

Poucos anos atrás, eu estava com Emerson nos EUA, numa apresentação do Chevrolet Corvette, durante o GP de Belle-Isle da Fórmula Indy e perguntei a ele como identificava um piloto campeão. Eu esperava uma resposta sobre técnica de pilotagem, mas Emerson me surpreendeu:

-- “Recebo muitos pedidos de pessoas que querem algum tipo de empurrão na carreira de jovens pilotos. Sabe o que eu faço? Peço o currículo. Digo: me mostra o currículo dele. No currículo eu ignoro títulos e outros resultados, só vejo quantas corridas o piloto ganhou. Se é um piloto que ganha muitas corridas, eu sei que tem futuro.”

Pietro Fittipaldi conquistou Emerson Fittipaldi pelas vitórias no currículo.
Pietro Fittipaldi conquistou Emerson Fittipaldi pelas vitórias no currículo.
Foto: Divulgação

Coincidentemente, naquele mesmo fim de semana, Emerson recebeu uma ligação de Pietro. Havia ganhado uma prova (não lembro onde nem em qual categoria). Emerson ficou exultante ao falar da vitória do neto e disse que Pietro tinha a característica que ele buscava nos jovens pilotos.

Pietro Fittipaldi.
Pietro Fittipaldi.
Foto: Divulgação

Óbvio que não dá para esperar uma vitória de Pietro Fittipaldi no GP do Sakhir. Ele nem mesmo tem um lugar assegurado para a sequência da Fórmula 1. Mas chega com um currículo robusto. Pietro começou a correr de monopostos em 2013, na Europa.

Pietro Fittipaldi.
Pietro Fittipaldi.
Foto: Divulgação

Conquistou 10 vitórias na Fórmula Renault (2014), 4 vitórias na Fórmula 2000 (2015) e 6 vitórias na World Series (2017), entre outros triunfos, poles e pódios. Em 2018, fraturou as duas pernas nos testes para as 6 Horas de Spa-Francorchamps, no WEC. Mesmo assim, no final de 2018 Pietro Fittipaldi conseguiu realizar seu primeiro teste num carro de Fórmula 1, pela equipe Haas.

Pietro Fittipaldi.
Pietro Fittipaldi.
Foto: Divulgação

Em 2019 Pietro trabalhou como piloto de testes da Haas. Em 2020 passou a ser piloto reserva da equipe. Por isso, devido ao acidente de Romain Grosjean no GP do Bahrein, Pietro Fittipaldi correrá em seu lugar no GP do Sakhir, que será na mesma pista, porém somente na parte externa do circuito.

Pietro Fittipaldi.
Pietro Fittipaldi.
Foto: Divulgação

Pietro é filho de Juliana Fittipaldi com Carlos da Cruz e irmão mais velho de Enzo Fittipaldi. Pietro nasceu em Miami (EUA) no dia 25 de junho de 1996. Cinco dias depois, Rubens Barrichello chegada em 9o lugar no GP da França, com um Jordan Peugeot. Era um momento de ressaca para a representação brasileira na F1, que havia perdido Ayrton Senna há apenas dois anos.

Pietro com o avô Emerson: a saga dos Fittipaldi continua.
Pietro com o avô Emerson: a saga dos Fittipaldi continua.
Foto: Divulgação

Pietro Fittipaldi chega à F1 aos 24 anos. Não se trata de um novato, portanto. Seu avô tinha 23 quando estreou na F1 em 1970, no GP da Grã-Bretanha, largando em último lugar e chegando em oitavo. Quando fez 24, no dia 12 de dezembro de 1970, Emerson já tinha uma vitória no currículo. Ninguém espera que Pietro Fittipaldi seja um novo Emerson, mas certamente muita gente vai comparar sua performance com a dos três Fittipaldi anteriores -- além de Emerson, seu tio-avô Wilson Fittipaldi Júnior e seu tio Christian Fittipaldi.

Pietro Fittipaldi durante um teste de F1 com a Haas.
Pietro Fittipaldi durante um teste de F1 com a Haas.
Foto: Divulgação

Como a Haas ainda não confirmou seus pilotos para 2021, mas Romain Grosjean e Kevin Magnussen não devem continuar, Pietro Fittipaldi disputa um lugar nos grids da próxima temporada com Mick Schumacher (filho de Michael Schumacher), Luiz Deletraz e Callum Illot.

Pietro Fittipaldi.
Pietro Fittipaldi.
Foto: Divulgação

Veja também:

Os segredos da Red Bull para bater a Mercedes
Parabólica
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade