PUBLICIDADE

F1: Leclerc faz volta mágica, supera Red Bull e é pole no Azerbaijão

Charles Leclerc é o mais rápido em classificação marcada pelo equilíbrio entre Ferrari e Red Bull. Sergio Perez é 2º e Max Verstappen, 3º

11 jun 2022 - 12h34
Ver comentários
Publicidade
Leclerc na classificação do Azerbaijão
Leclerc na classificação do Azerbaijão
Foto: Ferrari / Twitter

Charles Leclerc, da Ferrari, repete feito do ano passado e marca a pole do GP do Azerbaijão, sua 6ª no ano e 15ª na carreira. O monegasco acertou uma volta espetacular na última tentativa e superou a dupla da Red Bull. Sergio Perez ficou em 2º e Max Verstappen em 3º.

Aliás, o equilíbrio entre Red Bull e Ferrari foi a tônica da sessão. Todos os quatro pilotos das duas equipes estiveram na briga pela pole até o minuto final. Carlos Sainz, também da Ferrari, era o mais rápido até próximo ao fim, mas não conseguiu melhorar em sua última saída e acabou em 4º.

A Mercedes foi a 3ª força, com George Russell em 5º e Lewis Hamilton em 7º. Pierre Gasly, da AlphaTauri, se colocou entre os dois carros prateados.

A corrida acontece no domingo, 12h, com largada prevista para as 08 horas da manhã

Red Bull liderou o Q1
Red Bull liderou o Q1
Foto: Red Bull / Twitter

Red Bull mais rápida no Q1. Stroll bate
A sessão de classificação começou com atraso de 15 minutos como consequência do atraso do TL3. Nas primeiras saídas, a Red Bull ditou o ritmo. Max Verstappen marcou 1min42s938, seguido por Sergio Perez, 0s260 atrás. Charles Leclerc veio em seguida, muito próximo a Perez. Carlos Sainz não conseguiu acompanhar o ritmo do colega, e a dupla da Ferrari foi separada por George Russell, que acertou boa volta com a Mercedes e se pôs em 4º.

Mas Sainz não se contentou com o 5º tempo e pulou para 2º, apenas 0s019 de Verstappen. Leclerc veio no embalo e superou ambos, com 1min42s865. Pouco depois, foi a vez da Red Bull voltar: primeiro Perez assumiu a ponta, depois Verstappen o superou, com uma volta de 1min42s722. A Red Bull tinha os dois carros no topo, separados por apenas 0s011.

A cinco minutos do fim do Q1, os quatro primeiros distavam somente 0s235 entre si. Depois deles, um surpreendente Guanyu Zhou, da Alfa Romeo, 1s055 atrás do líder Verstappen.

Stroll bateu duas vezes no Q1
Stroll bateu duas vezes no Q1
Foto: F1 / Reprodução

E aí entrou em cena o senhor Lance Stroll. O canadense travou os pneus na freada da curva 7 e bateu com o bico na barreira de proteção. Sem danos aparentes, ele deu ré em seu Aston Martin e voltou à pista para abrir outra volta. Na curva 2, errou novamente encheu o muro. Fim de sessão para ele e bandeira vermelha. Stroll tinha o 19º tempo quando bateu, enquanto seu colega Sebastian Vettel, com o mesmo carro, era 5º.

Os pilotos que estavam na zona de eliminação durante a bandeira vermelha eram: Albon, Bottas, Latifi, Stroll e Mick Schumacher. Magnussen era o primeiro fora da zona. Ainda com pista fechada, formou-se uma longa fila esperando o sinal verde para os 2:30 finais. Cada um teria apenas uma volta – no limite.

Na confusão da última tentativa, a zona de eliminação teve apenas uma mudança: Bottas escapou e jogou Magnussen para fora. Além dele, caíram Albon, Latifi, Mick Schumacher e o próprio Stroll.

Sergio Perez na classificação para o GP do Azerbaijão
Sergio Perez na classificação para o GP do Azerbaijão
Foto: FIA / Twitter

Perez e Leclerc dominam Q2
Na primeira saída do Q2, novamente a Red Bull andou com seus dois carros muito próximos entre si. Verstappen marcou 1min42s227, 0s031 melhor que Perez. A Ferrari veio alguns minutos depois e fez o mesmo, mas ainda mais rápido: Sainz fez 1min42s088, 0s094 melhor que Leclerc, o novo 2º.

A sequência na metade do Q2 tinha Sainz, Leclerc, Verstappen e Perez, todos separados por 0s170. Um equilíbrio impressionante. Depois deles, vinha Pierre Gasly, 1s041 atrás do líder. O top10 era completado por Russell, Vettel, Alonso, Tsunoda e Norris.

Vettel tentava melhorar sua marca quando errou e deu de bico na barreira da penúltima curva – para desespero dos mecânicos da Aston Martin. Mas o carro não sofreu danos e ele conseguiu voltar para a pista.

Max Verstappen na classificação do Azerbaijão
Max Verstappen na classificação do Azerbaijão
Foto: Red Bull / Twitter

Perez pulou para 1º, com 1min41s955. Leclerc veio em seguida e assumiu o 2º lugar, 0s091 mais lento que o mexicano. Sainz e Verstappen não melhoraram os próprios tempos e ficaram em 3º e 4º no Q2, respectivamente.

Hamilton estava na zona de eliminação até o minuto final, quando conseguiu pegar o vácuo de Russell e subir na tabela. Os descartados nessa fase foram Norris, Ricciardo, Ocon, Zhou e Bottas.

Leclerc faz volta mágica e crava a pole
Novamente, as duplas de Ferrari e Red Bull começaram muito próximas. Carlos Sainz foi o mais rápido da primeira saída, com 1min41s814, 0s047 melhor que Leclerc. Perez fez 1min41s940, 0s049 melhor que Verstappen.

Carlos Sainz na classificação do Azerbaijão
Carlos Sainz na classificação do Azerbaijão
Foto: Ferrari / Twitter

Sainz, Leclerc, Perez e Verstappen estavam por apenas 0s175. Uma diferença ínfima para quatro carro. Depois deles, vinham Gasly, Russell, Vettel, Hamilton, Alonso e Tsunoda.

Para a volta derradeira, a Ferrari soltou seus carros antes. Sainz deu uma resvalada no muro na curva 2 e perdeu a volta. Leclerc, vindo em seguida, fez volta espetacular e assumiu a ponta lugar: 1min41s359. Verstappen superou Sainz e passou a ser 2º. O último da fila foi Perez, que superou o colega e fechou com o 2º melhor tempo.

A ordem ficou: Leclerc, Perez, Verstappen, Sainz, Russell, Gasly, Hamilton, Tsunoda, Vettel e Alonso.

Parabólica
Publicidade
Publicidade