4 eventos ao vivo

Alpine Academy é uma esperança para brasileiro Caio Collet

Academia de pilotos da Renault passa a se chamar Alpine Academy; programa terá o brasileiro Caio Collet entre os representantes

26 fev 2021
18h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Vice-campeão da Fórmula Renault Eurocup em 2020, o brasileiro Caio Collet é uma das maiores apostas do automobilismo brasileiro e correrá na F3 pela MP Motorsport.
Vice-campeão da Fórmula Renault Eurocup em 2020, o brasileiro Caio Collet é uma das maiores apostas do automobilismo brasileiro e correrá na F3 pela MP Motorsport.
Foto: Twitter

Seguindo os passos da equipe da Fórmula 1, a academia de pilotos da Renault também trocou de nome. Comemorando seis anos em 2021, a Alpine Academy – anteriormente Renault Sport Academy – aposta as fichas nos atuais campeões da Fórmula 3 e da Fórmula Renault Eurocup. Em 2021, a Alpine Academy será representada pelos pilotos Guanyu Zhou, Christian Lundgaard, Oscar Piastri, o brasileiro Caio Collet, e também contará com o retorno do francês Victor Martins.

Há cinco anos na academia, Christian Lundgaard começa sua segunda temporada na Fórmula 2, pilotando pela equipe ART Grand Prix. Em sua temporada de estreia, em 2020, Lundgaard conquistou duas vitórias e quatro pódios na F2. Somando 149 pontos, o piloto foi o sétimo colocado do campeonato. Nos anos anteriores, o piloto dinamarquês de 19 anos também passou pela Fórmula 3, a Fórmula Renault Eurocup e conquistou o Campeonato Espanhol de Fórmula 4 em 2017.

Representando a ART Grand Prix , o dinamarquês Christian Lundgaard conquistou duas vitórias e quatro pódios em sua temporada de estreia na Fórmula 2.
Representando a ART Grand Prix , o dinamarquês Christian Lundgaard conquistou duas vitórias e quatro pódios em sua temporada de estreia na Fórmula 2.
Foto: ART Grand Prix / Twitter

Outro veterano na Alpine Academy, o chinês Guanyu Zhou inicia sua terceira campanha na academia e na Fórmula 2. O piloto de 21 anos continua na equipe UNI-Virtuosi Racing, após ter conquistado uma vitória na temporada passada, fato inédito para chineses, que nunca haviam vencido uma corrida internacional de monopostos. Zhou também acumula passagens pela Fórmula 3 europeia e pela Fórmula 4 italiana.

Fechando o time de competidores na Fórmula 2 está o australiano Oscar Piastri. Atual detentor do título da Fórmula 3, o piloto de 19 anos correrá pela Prema Racing. Estreante na categoria, Oscar passou a integrar a academia francesa em 2020. Vale ainda lembrar que ele também conquistou a Fórmula Renault Eurocup em 2019, e também passou pela Fórmula 4 britânica.

Único piloto chinês a vencer uma corrida internacional de monopostos, Guanyu Zhou seguirá na equipe UNI-Virtuosi Racing em 2021.
Único piloto chinês a vencer uma corrida internacional de monopostos, Guanyu Zhou seguirá na equipe UNI-Virtuosi Racing em 2021.
Foto: UNI-Virtuosi Racing / Twitter

E o Brasil não ficou de fora da lista de pilotos da Alpine Academy. Há três anos no programa, o brasileiro Caio Collet estreará esse ano na Fórmula 3, representando a equipe MP Motorsport. Nas duas últimas temporadas, o paulistano de 18 anos disputou a Fórmula Renault Eurocup, onde foi vice em 2020 e 5º em 2019. Uma das maiores esperanças do automobilismo brasileiro, Caio conquistou 5 vitórias e sete pódios, disputando o título de forma acirrada com Victor Martins.

O francês, aliás, é o quinto e último piloto desta lista. Com duas vitórias a mais do que Collet, Victor Martins já fez parte da academia, entre 2018 e 2019. Após um hiato em 2020, o piloto de 19 anos retorna à Alpine Academy após conquistar o título da Fórmula Renault Eurocup, onde foi vice em 2019 e 5º em 2018. Victor será companheiro de Caio na F3, também representando a equipe MP Motorsport. 

Atual campeão da Fórmula 3, o australiano Oscar Piastri correrá pela Prema Racing em sua temporada de estreia na F2.
Atual campeão da Fórmula 3, o australiano Oscar Piastri correrá pela Prema Racing em sua temporada de estreia na F2.
Foto: Twitter

“A Academy está entrando em uma fase importante de sua expansão desde que foi lançada, em 2016. Reunimos um line-up formado por pilotos bastante experientes, que têm na conta 17 vitórias e 2 títulos em 2020. Na Fórmula 2, teremos três pilotos extremamente competitivos, que já demonstraram do que são capazes”, afirmou Mia Sharizman, diretor da academia. 

Com o objetivo de desenvolver e formar pilotos para a equipe principal na Fórmula 1, a academia francesa também está confiante em relação aos pilotos da Fórmula 3. “Nossa dupla na F3 também promete, com Victor Martins, que se consagrou na Eurocup, e o brasileiro e vice-campeão Caio Collet, ambos na equipe MP Motorsport. Estamos muito felizes por receber o Victor novamente, que já esteve conosco no programa, em 2018”, finalizou Mia.

Após integrar o programa entre 2018 e 2019, o piloto francês Victor Martins retorna à Alpine Academy após conquistar a Fórmula Renault Eurocup em 2020.
Após integrar o programa entre 2018 e 2019, o piloto francês Victor Martins retorna à Alpine Academy após conquistar a Fórmula Renault Eurocup em 2020.
Foto: Twitter

A primeira largada da temporada 2021 do Campeonato de Fórmula 2 está prevista para o final de março no Bahrein, evento que coincide com o primeiro encontro do calendário da F1. Já Victor e o brasileiro Caio terão que esperar um pouco mais – a Fórmula 3 só volta a sediar eventos em maio, no circuito de Barcelona-Catalunha.

Veja também:

Live do GP do Bahrein: como Hamilton superou Verstappen
Parabólica
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade