0

Pneus: Continental e Pirelli focam em velocidade e tradição

Marca alemã faz o SportContact 6, que trabalha a 350 km/h; marca italiana resgata o famoso Stella Bianca dos anos 1950 para carros clássicos

11 ago 2020
22h51
atualizado às 22h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
SportContact 6 tem banda de rodagem especial para manter equilíbrio mesmo a 350 km/h.
SportContact 6 tem banda de rodagem especial para manter equilíbrio mesmo a 350 km/h.
Foto: Continental / Divulgação

As últimas corridas de Fórmula 1 têm deixado isso muito claro: pneus são tudo em um carro. Por isso, para quem tem carro de alto desempenho, a escolha dos pneus é fundamental. Existe uma guerra nesse segmento e um dos destaques é o SportContact 6, da Continental. Segundo o fabricante alemão, o SportContact 6 foi projetado para atender e superar as exigências dos principais fabricantes mundiais de veículos de passeio e de luxo, que precisam priorizar sempre a segurança e combiná-la com demandas distintas como alto desempenho e conforto.

O desenho assimétrico, arestas chanfradas e longas ranhuras compõem um visual agressivo que antecipa as qualidades do SportContact 6. O tecido de reforço nas cintas estabilizadoras à base de nylon e aramida especiais permitem a instantânea transmissão da ação da direção para a reação do veículo, ampliando a emoção e o prazer de dirigir. O emprego do composto Black Chili em sua produção contribui para melhorar a aderência, enquanto as microrranhuras possibilitam que a superfície do pneu entre em contato com as imperfeições do piso, gerando excepcional aderência em frenagem, na aceleração e nas tomadas de curva, tanto em pista molhada como seca.

Composto Black Chili na produção contribui para melhorar a aderência do SporContact 6, enquanto as microrranhuras possibilitam que a superfície do pneu entre em contato com as imperfeições do piso.
Composto Black Chili na produção contribui para melhorar a aderência do SporContact 6, enquanto as microrranhuras possibilitam que a superfície do pneu entre em contato com as imperfeições do piso.
Foto: Continental / Divulgação

Segundo a Continental, na busca pela melhor performance com total segurança, o SportContact 6 tem uma banda de rodagem criada para oferecer uma melhor distribuição das forças direcionais e o emprego de uma nova tela híbrida adaptativa (Aralon350) para assegurar máxima estabilidade em velocidades de até 350 km/h.

Homologado como equipamento de série dos principais modelos esportivos e de luxo dos maiores fabricantes mundiais, o SportContact 6 atende rodas de 19” a 23”, incluindo medidas SSR (Self-Supporting Run-flat Tyre), que permitem a um veículo rodar mesmo com o pneu perfurado por até 80 km a uma velocidade de 80 km/hora, mas mantendo a dirigibilidade, e sem o risco de avarias à roda ou à suspensão.

Stella Bianca, que participou da primeira corrida de Fórmula 1, agora equipa carros clássicos.
Stella Bianca, que participou da primeira corrida de Fórmula 1, agora equipa carros clássicos.
Foto: Pirelli / Divulgação

Em outro nicho de mercado, a Pirelli -- fornecedora oficial de pneus da Fórmula 1 -- comemorou recentemente a presença do histórico modelo Stella Bianca no Grande Prêmio dos 70 Anos da categoria. Em italiano, Stella Bianca significa Estrela Branca, mas no mundo dos pneus, Stella Bianca lembra a era de ouro do automobilismo. Em 1950, quando o Campeonato Mundial da Fórmula 1 era novo, Giuseppe Farina venceu a primeira corrida, em Silverstone, o pneu de seu Alfa Romeo era um Pirelli Stella Bianca. Havia até uma pequena estrela branca na parede lateral para distingui-lo, uma vez que os pneus de rua levavam o mesmo nome. 

Como a própria Alfa Romeo naqueles primeiros anos, os pneus Pirelli foram dominantes ao longo das primeiras temporadas da Fórmula 1, também vencendo com a Ferrari e a Maserati. Até hoje, Alfa Romeo e Pirelli são as únicas combinações que existem desde o início.

Os pneus de pista seca de Fórmula 1 da Pirelli da era moderna são chamados de P Zero, enquanto o Cinturato é o nome dos pneus para chuva. Na recente corrida realizada em Silverstone, o Stella Bianca foi lembrado, mas ele ainda existe! O pneu da Pirelli continua muito presente nas ruas. Há dois anos, uma versão de estrada foi relançada como parte da família Pirelli Collezione de pneus vintage, que combinam aparência clássica com tecnologia moderna. A linha, que está sendo expandida o tempo todo, agora equipa uma grande variedade de carros clássicos, desde lendas do pós-guerra até os modernos da década de 1990.

Comparativo entre as velocidades da Fórmula 1 em 1950 com o Stella Bianca e em 2020 com o P Zero.
Comparativo entre as velocidades da Fórmula 1 em 1950 com o Stella Bianca e em 2020 com o P Zero.
Foto: Pirelli / Divulgação

Esses pneus são projetados para ajudar os motoristas a aproveitarem seus veículos exatamente da mesma maneira que os proprietários originais faziam, quando eram novos. Todos os Collezione são produzidos em quantidades limitadas, assim como é o caso dos pneus de automobilismo da Pirelli e, de fato, os Stella Bianca mais recentes são feitos na mesma fábrica especializada que muitos dos produtos destinados para uso em competição.

O que faz o Stella Bianca se destacar é que, atualmente, é o único pneu que a Pirelli fabrica com uma construção convencional, depois de anos fazendo radiais. Alguns novos tamanhos serão lançados no final do ano, abrindo o Stella Bianca para mais entusiastas do automobilismo.

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade