2 eventos ao vivo

Novo Toyota SW4 a diesel tem 204 cv e passa de R$ 300 mil

SUV raiz tem mudança visual, fica mais potência no motor 2.8, ganha equipamentos e parte de R$ 202 mil na configuração 2.7 flex 4x2

24 nov 2020
20h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Novo SW4 a diesel tem 204 cavalos de potência no motor 2.8.
Novo SW4 a diesel tem 204 cavalos de potência no motor 2.8.
Foto: Toyota / Divulgação

Irmão da picape Hilux, o Toyota SW4 também tem modificações importantes na linha 2021. O veículo passou por um facelift e tem diferenças visuais marcantes na parte dianteira. O motor 2.8 a diesel teve aumento de 15% na potência e passa a desenvolver 204 cv de potência. O torque também cresceu, 11%, passando a 499 Nm, entregues a 2.800 rpm. Além das mudanças no carro, o que chamou atenção foi o preço.

Com o incremento de equipamentos de conectividade, conforto e segurança, o Toyota SW4 a diesel rompeu na barreira dos R$ 300 mil. Segundo a Toyota, o aumento foi de 6% e as versões a diesel são responsáveis por 80% das vendas. Há também opção de motor 2.7 flex de 159/163 cv (gasolina/etanol). As quatro versões são automáticas de seis marchas, com os seguintes preços:

  • SR 2.7 Flex 4x2: R$ 202.390
  • SRV 2.7 Flex 4x2 7 lugares: R$ 221.090
  • SRX 2.8 Diesel 4x4: R$ 309.690
  • SRX 2.8 Diesel 4x4 7 lugares: R$ 314.790
Toyota SW4 é um SUV raiz, com carroceria sobre chassi, como as picapes e os caminhões.
Toyota SW4 é um SUV raiz, com carroceria sobre chassi, como as picapes e os caminhões.
Foto: Toyota / Divulgação

Segundo a Toyota, os preços foram impactados pela cotação do dólar. Produzido em Zárate, na Argentina, o Toyota SW4 2021 tem novos faróis, grade e para-choques. Por dentro, o SUV traz nova combinação de cores no estofamento e nas portas. Os mostradores do velocímetro e taquímetro também mudaram. Todas as versões vêm com multimídia tátil 8” com Android Auto e Apple CarPlay. As duas versões SRX (5 e 7 lugares) ganharam ventilação nos bancos dianteiros.

Os sensores de estacionamento agora são dianteiros e traseiros em todas as versões. O SW4 2.7 Flex ganhou farol alto e baixo em LED com nivelamento automático -- na versão de 7 lugares, o farol de neblina dianteiro também é de LED. Um aspecto importante foi a introdução do Toyota Safety Sense nas versões a diesel (SRX). O sistema contém os seguintes itens: aviso de colisão frontal, alerta de mudança de pista e piloto automático adaptativo. O carro faz algumas correções leves, mas apenas para alertar o motorista.

Interior do novo Toyota SW4 tem enfoque na conectividade e na qualidade do som.
Interior do novo Toyota SW4 tem enfoque na conectividade e na qualidade do som.
Foto: Toyota / Divulgação

Apenas a versão de entrada, SR, utiliza rodas de 17” com pneus 265/65. Todas as outras vêm com rodas de 18” e pneus 265/60. As rodas da versão SRX são novas.

O novo SW4 começa a ser vendido no dia 26 de novembro. Segundo a Toyota, a previsão de vendas é de 12 mil unidades/ano. O SW4 é um SUV raiz, com carroceria sobre chassi. Ele tem apenas dois concorrentes diretos no Brasil, que utilizam a mesma configuração: Chevrolet Trailblazer e Mitsubishi Pajero Sport. A Toyota afirma que ainda há um público que busca versatilidade e força para rodar no campo, não necessariamente sofisticação.

Toyota SW4 ficou mais atraente com a nova frente e as novas rodas.
Toyota SW4 ficou mais atraente com a nova frente e as novas rodas.
Foto: Toyota / Divulgação

Apesar de um carro que, para muitos consumidores, parou no tempo, devido à construção de carroceria sobre chassi (como as picapes médias e os caminhões), o carro continua evoluindo na questão dos equipamentos. A versão SRV flex incorporou o ajuste elétrico de distância, inclinação e altura do banco dianteiro do passageiro, enquanto a versão SRX diesel ganhou modo de seleção de condução Eco, Power e Sport.

As versões  SRX possuem sistema de áudio JBL premium com oito alto-falantes, um subwoofer e dois tweeters. Duas das caixas acústicas JBL se destacam no topo do painel de instrumentos. A versão flex SR ganhou ar-condicionado integrado frio e quente com display digital e computador de bordo com tela de 4,2” de TFT.

O tipo de construção pode não agradar a muitos consumidores que aderiram aos SUVs com carroceria monobloco, mas o investimento em segurança é constante. O Toyota SW4 ganhou 5 estrelas no teste de impacto do Latin NCAP. A lista de equipamentos de segurança é grande:

  • Freios ABS com distribuição eletrônica (EBD)
  • Assistente de Frenagens Emergenciais (BAS)
  • Controle Eletrônico de Tração (A-TRC)
  • Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC)
  • Assistente de Reboque (TSC) e de Subida (HAC)
  • Assistente de descida (DAC) nas versões SRX
  • Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS)
  • Sistema de Alerta de Mudança de Faixa com condução assistida (LDA)
  • Piloto Automático Adaptativo (ACC)
  • Sete airbags, sendo dois frontais (motorista e passageiro), dois laterais, dois de cortina e um para joelho (motorista)
  • Isofix para fixação de cadeirinha para crianças no banco traseiro
  • Oito alças de segurança
  • Apoios de cabeça dianteiro e traseiros com regulagem de altura,
  • Luz de frenagem emergencial automática
  • Cintos de segurança dianteiros de três pontos com regulagem de altura, pré-tensionador e limitador de força
  • Cintos de três pontos na segunda fileira de assentos (também incluídos na terceira fileira na versão de sete assentos)

As cores disponíveis para o novo Toyota SW4 são: Marrom Metálico, Preto Mica, Prata Metálico, Cinza Metálico, Super Branco e Branco Perolizado (exclusivo para as versões SRX).

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade