PUBLICIDADE

Diversidade da música brasileira é tema do Festival Salve Orixás

Entre os dias 13 e 17 de dezembro o evento online promove a cultura negra por meio de apresentações online

13 dez 2021 13h00
ver comentários
Publicidade
Imagem mostra mulher negra com uma blusa branca, olhando para baixo. Atrás está o mar.
Imagem mostra mulher negra com uma blusa branca, olhando para baixo. Atrás está o mar.
Foto: Imagem: Divulgação/Festival Salve Orixás / Alma Preta

Fomentar o diálogo entre a arte educação, promover a cultura negra e difundi-la por meio da música são os objetivos do Festival Salve Orixás. Com apresentações e debates sobre história e contemporaneidade, o evento acontece, de maneira online, entres os dias 13 e 17 deste mês. Crianças, jovens e adultos estão convidados a acompanhar toda a grade de programação. 

O evento conta com apresentações musicais e debates sobre a cultura afro-brasileira e indígena pelo viés da educação e da promoção de direitos. Dentro da programação, estão confirmadas as apresentações de cinco artistas da cena cultural afro-brasileira e indígena: o mineiro Moisés Pescador e a mineira Elisa de Sena; a brasiliense Nãnan Matos; o baiano de ascendência pernambucana Edivan Fulni-ô; e o senegalês Mamour Ba, atualmente radicado em Belo Horizonte (MG).

A proposta do evento foi inicialmente executada pelo seu idealizador, o cantor e compositor Moisés Pescador, que fez um show de mesmo nome em 2017. Já a concepção visual do evento está nas mãos da artista visual e performance baiana Ester Barros (@esterdeoxum).

De acordo com a organização, o 'Salve Orixás' também se propõe a fomentar discussões entre artistas e comunidade de forma a gerar uma discussão de como os artistas podem atuar em parceria com as escolas e com o poder público para minimizar os impactos gerados pela racismo remanescente dos tempos da escravidão. 

Além das apresentações artísticas, o festival conta também com debates com artistas convidades, que serão exibidos antes de suas respectivas apresentações, dialogando com temas de interesse de professores, pesquisadores e educadores, principalmente àqueles que se interessam pela temática da cultura afro-brasileira e indígena. 

A programação do festival de música será exibida pelo canal do YouTube de Moisés Pescador, no link. Mais informações, como o dia de cada apresentação e dos debates, acesse o Instagram @festivalsalveorixas.

 Mateus Aleluia lança álbum e museu virtual sobre pesquisa musical pan-africana

Alma Preta
Publicidade
Publicidade