2 eventos ao vivo

Windows 10 já está em 825 milhões de aparelhos, diz relatório da Microsoft

Documento obtido por um site especializado traz ainda mudanças estratégicas na equipe e mostra que a...

13 mai 2019
13h32
atualizado às 15h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O Windows 10 segue de vento em popa no mercado, com uma adoção rápida, massiva e que não mostra sinais de desaceleração. É o que indicam os mais recentes números a respeito do sistema operacional, obtidos pelo site Thurrott.com a partir de documentos internos da Microsoft na conferência Build 2019.

Foto: TecMundo

Ao todo, o Windows 10 já estaria instalado em 825 milhões de dispositivos atualmente — um número alto por si só, mas ainda mais impressionante se levarmos em conta que dados de março de 2019 indicavam que a marca de 800 milhões havia sido ultrapassada apenas recentemente. Já a marca de 700 milhões de aparelhos com o sistema operacional foi batida em setembro do ano passado.

O documento traz ainda estatísticas interessantes sobre a divisão mobile da EPIC, sigla para os "Essential Products" da Microsoft:

  • Os apps da divisão (Microsoft Launcher, Microsoft Edge, OneNote, Microsoft To-Do, Microsoft News) foram baixados 32 milhões de vezes;
  • O Microsoft Edge mobile já passou de 4,5 milhões de downloads;
  • O Microsoft Launcher tem cerca de 4 milhões de usuários mensais ativos;
  • O teclado SwiftKey ainda tem até 159 milhões de usuários ativos;
  • A empresa trabalha em um app chamado Microsoft Family, mas ainda não há detalhes sobre seu funcionamento.

Nem tudo se resume ao Windows

O documento ainda indica algumas mudanças corporativas na Microsoft que podem ter efeito em breve. Eran Megiddo foi confirmado como vice-presidente do setor Windows e Educação, o que confirma a estratégia detalhada por Terry Myerson, ex-chefe das divisões de Windows e Dispositivos, que afirmou que o sistema não é mais o negócio central da empresa.

A ideia agora é criar e gerenciar experiências entre o Windows e vários dispositivos móveis (o que deve significar somente Android e iOS) e encontrar uma estratégia mais clara para o sistema operacional, que agora busca a marca de 1 bilhão de aparelhos.

TecMundo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade