0

Facebook lança novos recursos para turbinar a ondas das 'lives'

De olho no YouTube, rede social aumentou a abrangência das transmissões ao vivo

30 mar 2020
16h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Desde o período de recolhimento social causado pela covid-19, uma das ferramentas de internet que caiu no gosto das pessoas foram as 'lives', transmissões ao vivo de vídeo em redes sociais - o cantor Gusttavo Lima, por exemplo ficou por cinco horas consecutivas no ar no último final de semana e obteve uma audiência colossal. Por isso, o Facebook decidiu anunciar nesta segunda, 30, novos recursos para bombar a ferramenta em sua rede social.

'Secou o arroz': cantor Gusttavo Lima ficou cinco horas em live no Facebook e teve 5,2 milhões de visualizações
'Secou o arroz': cantor Gusttavo Lima ficou cinco horas em live no Facebook e teve 5,2 milhões de visualizações
Foto: Facebook/Reprodução / Estadão

Entre elas, estão o aumento na abrangência das lives - em breve, será possível acompanhar transmissões sem a necessidade de ter uma conta no site, ou sem restrições geográfica. É uma medida que coloca as lives do Facebook em igualdade ao que o YouTube já faz. Outro recurso lançado é a capacidade de desativar o vídeo, preservando apenas o áudio, para os que tem restrições de conexão.

Além disso, a rede social revelou que terá a capacidade de gerar números telefônicos para chamadas gratuitas para que as pessoas possam ouvir o áudio de uma transmissão ao vivo a partir de qualquer telefone. As transmissões também terão legendas automáticas.

"Desde o seu lançamento, vimos mais de 8,5 bilhões de transmissões no Facebook Live e estamos acompanhando um crescimento significativo no uso da ferramenta nas últimas semanas", afirmou a empresa em nota.

Para os produtores de conteúdo, o Facebook anunciou uma ferramenta chamada Live Producer, que substitui a antiga interface de transmissões. Segundo a empresa, a ferramenta gerência entradas ao vivo, moderação de comentários e cortes de câmera. Todos os recursos estarão disponíveis nas próximas semanas.

Você assina a newsletter do Link? Pode responder a algumas perguntas?

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade