PUBLICIDADE

PC para games: 5 itens vitais a considerar antes de comprar

Você já ouviu falar sobre resolução 4K, não é? Mas que diferença faz para quem joga? Reunimos as principais dúvidas para quem joga no PC.

25 nov 2018 14h20
ver comentários
Publicidade

Hoje em dia são tantas opções na hora de adquirir um computador para quem gosta de videogame que é preciso considerar alguns detalhes essenciais na sopa de letrinhas que as especificições técnicas costumam oferecer.

Confira cinco itens essenciais que precisam ser considerados:

Foto: Reprodução / Infográfico Digital

1. O QUE É 4K?
Ultimamente só se fala em 4K. Trata-se de um padrão de altíssima resolução de imagem para televisores e monitores. O Ultra-HD possui resolução de imagem quatro vezes maior que a Full-HD. Então, imagine quatro telas de alta resolução combinadas em uma só. Isso significa que o jogador terá muito mais pixels e uma imagem muito mais definida do que em monitores tradicionais HD (720p, ou seja, 720 linhas de resolução) ou Full-HD (com 1080 linhas).

Atualmente, existem TVs 4K por menos de R$ 2 mil que usam o padrão HDMI 2.0 suportados pelas placas GTX 900 (NVidia) e também há monitores com resolução 4K que usam um modelo de conexão específica chamada de Display Port. Há uma quantidade de pixels enorme para o computador processar, por isso, será necessária uma máquina bem potente, principalmente quanto à placa de vídeo.

Foto: Reprodução / Infográfico Digital

2. EXISTEM TIPOS DIFERENTES DE HDMI?
Apesar de existirem sim várias versões de HDMI, o cabo e o conector é sempre o mesmo e o que muda de fato é o suporte tecnológico oferecido por cada versão. Se o usuário possuir uma placa de vídeo com suporte a determinada versão mais moderna, mas sua TV for compatível com outro tipo de modelo inferior de HDMI, os dois hardwares se comunicarão normalmente pela mais antiga das versões suportadas, ou seja, o da TV.

Veja o que muda em cada versão:

  • HDMI 1.0 O primeiro modelo lançado. Suporta a telas Full-HD (1080p) e áudio digital 5.1, os mesmos encontrados no Blu-Ray.
  • HDMI 1.1 e 1.2 Suporte a novos formatos de áudio, como o DVD-Audio, com alta definição de som - não possui imagens.
  • HDMI 1.3 Suporte a codificadores novos de som, como DTS-HD Master Audio e Dolby TrueHD, que são formatos com compressão sem perda de qualidade. Outro detalhe interessante é o suporte ao CEC, que permite enviar comandos pelo cabo - uma placa de vídeo consegue controlar o que acontece na TV, por exemplo.
  • HDMI 1.4 Pela primeira vez, o cabo HDMI recebeu suporte a telas com resolução 4K, mas sua frequência estava limitada a 30Hz para 4K e, em Full-HD, para 120Hz. Sendo assim, jogos para computadores ou filmes exibidos em 4K não são capazes de mostrar mais do que 30 quadros por segundo.
  • HDMI 2.0 Oferece imagens em 4K a 60Hz, ou seja, o cabo suporta os 60 quadros por segundo, tão cobiçados pelos jogadores.
Foto: Reprodução / Infográfico Digital

3. PARA QUE SERVE O SLI?
Ele para que o PC receba o desempenho de até quatro placas de vídeo combinadas. Isso é importante para quem quer jogar com o máximo de desempenho, nível de detalhes minuciosos e maior quantidade de quadros por segundo ― ou tudo isso junto.

Se uma placa de vídeo sozinha não conseguir entregar o desempenho que o jogador quer ou na qualidade que ele gostaria, é possível adicionar uma, duas ou até três placas a mais via SLI. Para isso, é necessária uma placa-mãe com suporte ao SLI (o selinho está na própria placa e na caixa dela), de duas ou mais placas de vídeo idênticas (elas até podem ser de marcas diferentes, mas precisam ser do mesmo modelo), de uma plaquinha chamada de ponte SLI (que é um conector que vem com todas as placas mãe compatíveis) e dos drivers da placa de vídeo, para deixar o sistema todo configurado.

Foto: Janitors / Visualhunt.com / CC BY

4. É MELHOR GT OU GTX PRA JOGAR NO PC?
As placas GeForce GT são voltadas para aplicações multimídia, como edição de imagens e vídeos, para assistir vídeos e jogar com gráficos mais simples ― como os dos MOBAs (League of Legends, DOTA 2, Heroes of The Storm) e alguns títulos online gratuitos. Para esse tipo de jogo, elas entregam até 60 quadros por segundo e resolução 1080p. Mas se o jogador quer aproveitar games mais robustos, uma GeForce GTX é a melhor opção.

5. 1 GB, 2 GB OU 3 GB PARA PLACA DE VÍDEO?
A memória da placa de vídeo precisa ser suficiente para o seu porte. Caso o jogador possua uma placa de vídeo mais fraca com uma quantidade de memória maior do que seu rendimento suporta, por exemplo, esse excedente não lhe trará vantagem alguma. Entretanto, caso a placa seja muito avançada e sua memória esteja abaixo do recomendável para ela, o desempenho cairá vertiginosamente.

Para os jogos atuais, 1 GB já é pouco e 2 GB muitas vezes é o suficiente para rodar os jogos com configurações altas. Mas é importante citar que existem games que exigem de 3 GB ou mais de memória de vídeo. Para rodar jogos em configurações mais altas, é necessário ter placas rápidas o suficiente para suportar isso, caso contrário o jogador terá de reduzir o nível de detalhes do jogo para poder rodá-lo corretamente.

(Dicas feitas com suporte técnico da NVidia Gaming)

 

Digital
Publicidade
Publicidade