2 eventos ao vivo

Cisco reformula equipamentos para nova tecnologia WiFi

29 abr 2019
13h54
  • separator
  • 0
  • comentários

A Cisco anunciou nesta segunda-feira o lançamento de um equipamento para a próxima geração de redes sem fio WiFi, atualizando uma parte essencial de seus negócios de 28,2 bilhões de dólares e mirando eleva receita da área de software.

A Cisco anunciou novos equipamentos de pontos de acesso e switches para empresas compatíveis com WiFi 6, um novo padrão que deverá ser lançado em 2022. Telefones, laptops e outros dispositivos se conectarão aos pontos de acesso da Cisco em campus corporativos e transportarão o tráfego para os switches, que se conectam a uma rede com fio de determinada empresa.

A Cisco, que controla cerca de 45 por cento do mercado de sistemas WiFi corporativos, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado IDC, está lançando os equipamentos muito antes da maioria dos telefones e laptops terem um chip compatível com o novo padrão.

A nova tecnologia de rede foi projetada para oferecer um modesto aumento de velocidade, mas também para resolver alguns dos maiores problemas enfrentados pelas redes WiFi atuais. O novo padrão é projetado para evitar o 'entupimento' que pode ser causado com a conexão de múltiplos dispositivos a uma rede sem fio, como televisores, câmeras de segurança, alto-falantes inteligentes e sensores.

Um novo aspecto das redes que os consumidores vão notar é o estreitamento de laços com as redes sem fio 5G, que chegarão mais ou menos na mesma época que o WiFi 6. Quando as duas novas tecnologias estão em funcionamento, por exemplo, o telefone de um hóspede do hotel pode passar de 5G para a rede WiFi após fazer check-in, sem ter que digitar um nome ou senha.

Muitos desses novos recursos surgirão devido ao maior uso de software para controlar o tráfego nas redes sem fio. Para capitalizar isso, a Cisco está aposentando seu switch para redes corporativas mais vendido e lançando um novo que será capaz de executar mais softwares, que a Cisco venderá junto com o equipamento.

Brandon Butler, analista sênior de pesquisa da IDC, disse que faz parte da estratégia de longo prazo da Cisco nos últimos anos obter uma parcela maior de suas vendas de infraestrutura de rede a partir de software, que pode ser vendido por assinatura, uma forma de renda mais estável que vendas de hardware.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade