PUBLICIDADE

Quem é o influenciador brasileiro que está na lista de procurados da Interpol?

Eduardo Felipe Campelo é suspeito de lesar vítimas por meio do "Jogo do Tigrinho", um cassino online ilegal no Brasil

23 mai 2024 - 15h03
Compartilhar
Exibir comentários

Eduardo Felipe Campelo, influenciador paranaense, foi oficialmente incluído pela Interpol na lista de procurados nesta quarta-feira (22). A organização de cooperação policial internacional tomou esta medida que permite sua prisão por qualquer agente estrangeiro, em qualquer lugar do mundo.

Eduardo Felipe Campelo em Dubai
Eduardo Felipe Campelo em Dubai
Foto: Redes sociais / Perfil Brasil

Campelo é suspeito de lesar vítimas por meio do "Jogo do Tigrinho", um cassino online ilegal no Brasil. De acordo com a Polícia Civil do Paraná (PC-PR), ele movimentou cerca de R$ 8,5 milhões com a plataforma. A polícia também afirma que ele continua promovendo o jogo de azar, descumprindo ordem judicial que o proíbe de incentivar o uso da plataforma.

Outros dois influencers, envolvidos no mesmo esquema, foram presos em uma operação da polícia no dia 13 de maio. Apesar de ser um dos alvos da ação, Campelo não foi encontrado pelos agentes. A polícia sabe que ele está em Dubai desde abril, de onde segue publicando normalmente nas redes sociais.

Assim que for preso, Campelo será extraditado para o Brasil, onde deve responder por associação criminosa, lavagem de dinheiro, crime contra a economia popular, exploração de jogo de azar e exploração de loteria não autorizada. O delegado Tiago Dantas, responsável pelas investigações, destacou que o influenciador demonstra "um total desprezo em relação à polícia e à Justiça."

A defesa de Campelo afirmou que ele tem passagem de volta ao Brasil e que vai se apresentar à Justiça. Os advogados alegam que as imputações contra o cliente são falsas e que ele será absolvido.

Rotina de ostentação do influenciador

Segundo a polícia, Campelo é natural de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). No início de abril, ele embarcou para Dubai e, nas redes sociais, compartilha sua rotina de ostentação.

As postagens mostram que o roteiro do paranaense na cidade incluiu visita ao maior prédio do mundo, o Burj Khalifa, passeios com carros de luxo alugados pelo deserto e até foto com dromedários.

Em um dos vídeos, ele exibe o interior de um carro de luxo com maços de Dirham, moeda dos Emirados Árabes Unidos.

*texto sob supervisão de Tomaz Belluomini

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade