PUBLICIDADE

La Niña, bloqueios, chuvas e possibilidade de neve; saiba como será o inverno no RS

Nova estação, que começa nesta quinta-feira, deve ser marcada pela redução nas instabilidades

18 jun 2024 - 09h03
(atualizado às 09h06)
Compartilhar
Exibir comentários

O inverno começa astronomicamente no dia 20 de junho, às 17h51, pelo horário de Brasília, quando ocorre o solstício de inverno. A formação e gradual intensificação de um novo episódio do fenômeno La Niña terá influência no padrão de temperatura e de precipitação no decorrer do inverno 2024.

Foto: Freepik / Porto Alegre 24 horas

Volume de chuvas

De acordo com o Climatempo, até o fim da estação haverá propensão a eventos de chuvas volumosas especialmente sobre o Rio Grande do Sul, por conta dos frequentes bloqueios atmosféricos atuantes no Brasil Central e leste que serão registrados ao longo do inverno. A tendência, contudo, é que os eventos fiquem cada vez mais espaçados e menos abrangentes por conta da formação e consequente intensificação do La Niña, que desfavorece chuvas na região.

As chuvas ficam um pouco abaixo da média também no oeste de SC e no oeste/norte do RS entre julho e setembro. Volumes mais elevados que o normal podem ocorrer no sul e leste do RS em julho; a mesma condição é esperada para o leste dos três estados em agosto.

O risco de chuvas volumosas e persistentes diminui gradualmente ao longo da estação, mas ainda existe risco por conta das frentes frias com deslocamento oceânico entre agosto e setembro.

Temperatura

Entre julho e setembro, as temperaturas devem ficar em torno da média no RS. Áreas do sul e oeste gaúcho devem ter temperaturas um pouco abaixo da média entre julho e agosto por conta da frequente chegada de ar frio polar à região.

De acordo com o Climatempo, há maior propensão para ocorrência de neve nas áreas mais altas do RS e SC comparado a 2023, assim como o maior risco de geadas nos três estados da Região Sul do Brasil em relação ao ano passado.

A maior frequência de massas de ar frio é consequência do La Niña, mas por conta dos bloqueios atmosféricos o ar frio terá grande dificuldade para avançar para áreas mais ao norte da região e interior do país.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade