PUBLICIDADE

Prefeitura suspende decreto que limitava o uso de água em Porto Alegre

Até o momento, a única ETA que ainda está inoperante é a da Região das Ilhas, que atende o bairro Arquipélago

16 mai 2024 - 19h24
(atualizado às 19h54)
Compartilhar
Exibir comentários

A prefeitura publicou no Diário Oficial de Porto Alegre desta quinta-feira (16) o decreto que libera o consumo consciente de água distribuída pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). Na publicação, o Executivo altera o artigo 1° e revoga o parágrafo único do decreto de 6 de maio deste ano, que determinava uso exclusivo de água para abastecimento e consumo essencial.

Foto: Reprodução/Divulgação / Porto Alegre 24 horas

A nova publicação autoriza o uso de água do Dmae em atividades como salões de beleza, clínicas estéticas, academias, banho e tosa de animais, entre outras atividades que o decreto anterior recomendava a restrição.

Quando o decreto de 6 de maio havia sido publicado, ao menos quatro de seis Estações de Tratamento de Água (ETA) do Dmae estavam paralisadas em razão da enchente que atinge a cidade. A revogação ocorre em um novo cenário, em que cinco das seis maiores ETAs operam no município.

Até o momento, a única ETA que ainda está inoperante é a da Região das Ilhas, que atende o bairro Arquipélago. Cerca de 9 mil pessoas da área ainda estão sem abastecimento.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade