0

Trump se reunirá com republicanos em meio a revolta por tratamento a filhos de imigrantes

19 jun 2018
08h14
  • separator
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alvo de uma avalanche de críticas devido à detenção de crianças separadas de seus pais imigrantes na fronteira com o México, deve se reunir com parlamentares republicanos nesta terça-feira antes de votações sobre a legislação imigratória.

Filhos de imigrantes detidos jogam bola em acampamento montado pelo governo dos EUA na fronteira com o México REUTERS/Jose Luis Gonzalez
Filhos de imigrantes detidos jogam bola em acampamento montado pelo governo dos EUA na fronteira com o México REUTERS/Jose Luis Gonzalez
Foto: Reuters

As separações familiares, documentadas em vídeos publicados na internet que mostram jovens detidos em jaulas, recolocaram Trump no centro de uma polêmica relativa à imigração, uma questão que ele tratou de forma incendiária como candidato presidencial e que levou para seu governo.

Trump irá ao Capitólio enquanto os democratas denunciam o tratamento "bárbaro" de crianças e seus colegas republicanos trabalham pela adoção de uma legislação que reduzirá, se não chegar a suspender inteiramente, a prática de separar famílias.

A política de "tolerância zero" do governo Trump ordena a prisão de todos os adultos flagrados entrando no país ilegalmente, inclusive postulantes a asilo.

Enquanto os pais são mantidos em prisões, seus filhos são enviados a centros de detenção diferentes, alguns em locais remotos.

Trump e autoridades do governo disseram que a diretriz é necessária para proteger a fronteira e deter a imigração ilegal. Mas os democratas e alguns republicanos criticaram o governo por separar quase duas mil crianças de seus pais entre meados de abril e o final de maio.

Vídeos online mostraram crianças detidas em jaulas com pisos de concreto em centros de detenção.

Uma gravação de áudio que supostamente capturou o som de crianças imigrantes chorando em uma instalação de detenção está circulando na internet. A Reuters não conseguiu verificar sua autenticidade de forma independente.

Uma grande negociação no Congresso que finalmente resolva as divisões profundas relativas à lei de imigração parece improvável, já que Trump está focado na obtenção de fundos para construir um muro que promete há tempos na fronteira sul com o México.

Trump e republicanos da Câmara dos Deputados devem debater na noite desta terça-feira dois projetos de lei cuja votação está marcada para a quinta-feira. Os dois foram formulados sem a participação dos democratas. Os republicanos controlam a Câmara, o Senado e a Casa Branca.

Um dos projetos quer limitar, mas não proibir totalmente, as separações familiares, custear o muro de fronteira e oferecer garantias legais a imigrantes jovens conhecidos como "Dreamers".

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade