PUBLICIDADE
AO VIVO
Terraiá ao vivo: assista ao show do Forró da Gota direto de Salvador

Mundo

Trump apaga vídeo com referência a "Reich unificado" após repercussão negativa

21 mai 2024 - 14h00
Compartilhar
Exibir comentários

O candidato presidencial republicano Donald Trump apagou um vídeo publicado em sua conta no Truth Social que incluía referência a um "Reich unificado" após a campanha do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e outros criticarem o uso do termo frequentemente associada ao regime nazista.

Postado na tarde de segunda-feira, o vídeo de 30 segundos já não estava mais disponível na plataforma nesta terça-feira. Uma pessoa familiarizada com o assunto confirmou que a publicação havia sido removida do site.

O vídeo retratava uma visão positiva para o país caso o ex-presidente derrote Biden na eleição de novembro, apresentando manchetes hipotéticas de jornais sobre uma economia em expansão e uma repressão à imigração na fronteira sul dos EUA.

Em dois momentos do vídeo, o texto abaixo de uma manchete diz: "A FORÇA INDUSTRIAL AUMENTOU SIGNIFICATIVAMENTE... IMPULSIONADA PELA CRIAÇÃO DE UM REICH UNIFICADO". O texto está um pouco borrado, o que dificulta sua compreensão à primeira vista.

Trump tem feito uma série de comentários inflamados durante a campanha, chamando seus adversários políticos de "vermes" e dizendo que os imigrantes que entraram ilegalmente nos EUA estão "envenenando o sangue do nosso país". As declarações atraíram críticas pesadas dos democratas e de alguns historiadores, consideramdo que elas ecoam a retórica nazista.

Karoline Leavitt, porta-voz da campanha de Trump, disse em um comunicado na segunda-feira que o vídeo foi criado por alguém de fora da campanha e compartilhado por um funcionário que não notou o uso da palavra "Reich" antes de postar.

Ela disse que Trump, que enfrenta um julgamento criminal em Nova York por conta de um pagamento secreto a uma estrela pornô, estava no tribunal no momento da publicação. Ele não respondeu a pergunta sobre o vídeo feita por jornalista quando se dirigia ao tribunal nesta terça-feira.

A campanha de Biden criticou o uso da palavra frequentemente associada ao Terceiro Reich da Alemanha nazista sob o comando de Adolf Hitler.

"América, pare de rolar a tela e preste atenção. Donald Trump não está brincando; ele está dizendo aos Estados Unidos exatamente o que pretende fazer se recuperar o poder: governar como um ditador sobre um 'Reich unificado'", disse o porta-voz da campanha de Biden, James Singer.

Singer também acusou Trump de "papaguear" o "Mein Kampf", o manifesto de Hitler, embora o texto do vídeo pareça ter sido copiado de uma página da Wikipédia sobre a Primeira Guerra Mundial e se refira, em parte, a acontecimentos muito anteriores ao governo de Hitler.

"A força industrial e a produção alemãs aumentaram significativamente após 1871, impulsionadas pela criação de um Reich unificado", diz a página da Wikipédia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade