0

Tornado atinge região próxima a aeroporto de Tulsa; 5 Estados se preparam para tempestades severas

21 mai 2019
10h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Um tornado foi visto próximo ao aeroporto principal de Tulsa, em Oklahoma, nesta terça-feira, ao passo que 22 milhões de pessoas na região central dos Estados Unidos enfrentam condições climáticas difíceis que trouxeram granizo, chuvas fortes e inundações, informou o Serviço Nacional do Clima (NWS) nesta terça-feira.

Tornado em Mangum, Oklahoma, 20/5/2019
 Lorraine Matti/via REUTERS
Tornado em Mangum, Oklahoma, 20/5/2019 Lorraine Matti/via REUTERS
Foto: Reuters

O tornado próximo ao aeroporto internacional de Tulsa foi um dos cerca de 22 que atingiram a região desde a noite de segunda-feira, segundo o NWS. Não houve registros imediatos de ferimentos graves, e as autoridades do aeroporto não responderam prontamente a pedidos por comentários.

"Mais tornados estão a caminho hoje", disse o funcionário da NWS, Rich Otto.

O serviço espera condições climáticas severas no Texas, em Louisiana, no Alabama e mais para o norte, em Iowa e Nebraska, ao longo desta terça-feira.

Alagamentos na área forçaram a retirada de pessoas e resgates durante a noite, segundo a mídia local.

Na segunda-feira, o NWS disse que o risco de tornados na região estava mais alto do que em qualquer ocasião em anos.

A mídia e as autoridades locais relataram danos em algumas casas e comércio, mas não ficou claro se houve feridos graves.

"Enchentes ainda não uma grande preocupação", afirmou Otto. "Algumas áreas podem receber mais 5 centímetros de chuva hoje, mas isso chega depois de outros 12,5 a 25 centímetros vistos em algumas áreas", explicou.

Outro sistema de tempestades está se formando e pode atingir os mesmos Estados do sul no final desta semana.

"A área toda é o alvo, e novas levas de tempestades intensas são possíveis", alertou o meteorologista.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade