PUBLICIDADE

Mundo

Putin: Rússia está se tornando novo centro de crescimento global enquanto Ocidente "descansa sobre os louros"

7 dez 2023 - 15h23
(atualizado às 15h26)
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que o isolamento econômico do Ocidente estava apenas ajudando a Rússia a se tornar um novo centro de crescimento em um mundo que entrava em um período de mudanças radicais, à medida que o Ocidente ficava para trás.

A economia russa voltada para a exportação provou ser mais resistente do que Moscou ou seus adversários previram quando o Ocidente procurou puni-la e isolá-la com sanções abrangentes por ter enviado suas tropas para a Ucrânia no início de 2022.

Putin disse em um fórum de negócios em Moscou que o Produto Interno Bruto (PIB) deveria crescer 3,5% este ano, recuperando-se de uma contração de 2,1% em 2022.

"Hoje, o PIB já é maior do que era antes do ataque das sanções ocidentais", disse ele.

A economia da Rússia foi impulsionada por um forte aumento nos gastos com defesa e manufatura para o conflito na Ucrânia, que Moscou chama de "operação militar especial".

Mas ela também está enfrentando taxas de juros elevadas, que devem ser aumentadas para 16% na próxima semana, inflação alta, que terminará o ano bem acima da meta de 4% do banco central, e uma escassez de mão de obra que fez com que o desemprego caísse para uma baixa recorde de 2,9% e começasse a frear a produtividade.

OCIDENTE "DESCANSANDO SOBRE OS LOUROS"

Putin, como já fez em várias ocasiões, elogiou a saúde da economia russa e as finanças do Estado, classificando as sanções do Ocidente como uma investida que não conseguiu desferir nenhum golpe significativo.

"O mundo entrou em uma era de mudanças radicais e testes sérios não apenas para empresas e setores específicos, mas também para países e regiões inteiras do mundo", disse Putin.

"Somente um país forte, estável e, enfatizo, soberano será capaz de passar por essa fase com sucesso, para se tornar um dos centros de crescimento da nova economia global."

Putin disse que o sistema financeiro ocidental estava se tornando tecnologicamente obsoleto.

"Ele está descansando sobre os louros, há tanto tempo acostumado a monopólios e exclusividade, à falta de alternativas reais, ao hábito de não mudar nada, que está se tornando arcaico."

Como prova da solidez da Rússia, Putin disse que o déficit orçamentário do Estado havia diminuído ainda mais em novembro, encolhendo para 878 bilhões de rublos (9,51 bilhões de dólares) ou 0,5% do PIB nos primeiros 11 meses do ano. Esse valor caiu de 1,24 trilhão de rublos um mês antes.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade