PUBLICIDADE

Putin e Biden concordam com retorno de embaixadores

Presidentes se reuniram na cúpula em Genebra com o objetivo de diminuir as tensões entre os dois países

16 jun 2021 14h45
| atualizado às 15h00
ver comentários
Publicidade
Biden e Putin em Genebra
Biden e Putin em Genebra
Foto: Kevin Lamarque / Reuters

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira, 16, que havia concordado com o presidente norte-americano, Joe Biden, para que os respectivos embaixadores dos dois países retornem a Washington e Moscou.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov, disse mais tarde que o enviado da Rússia, Anatoly Antonov, retornará aos Estados Unidos no final deste mês.

Moscou convocou Antonov para consultas depois que Biden disse em março que acreditava que Putin era um assassino.

O embaixador dos Estados Unidos também voltou a Washington para consultas.

Biden e Putin se reuniram na cúpula em Genebra, na Suíça, com o objetivo de diminuir as tensões entre os dois países e encontrar alguns pontos de acordo.

Veja também:

2 crises que podem explicar indicação de Crivella a embaixada na África do Sul:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade