1 evento ao vivo

Premier do Paquistão anuncia que libertará piloto indiano

Medida tem o objetivo de reduzir tensão entre os dois países

28 fev 2019
09h49
atualizado às 10h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, anunciou que irá libertar na próxima sexta-feira (29) um dos pilotos da força aérea indiana capturado ontem(27) como um "gesto de paz".
    A decisão foi revelada nesta quinta-feira (28) depois que o premier disse no Parlamento que o Paquistão estava focado na tentativa de reduzir a escalada de tensão com a Índia. Na última quarta, em mais um episódio da escalada da tensão na Caxemira, a Aeronáutica do Paquistão abateu dois jatos militares indianos que teriam invadido seu espaço aéreo. Os dois pilotos foram capturados, sendo que um foi internado e outro está sob custódia. "Estamos prontos para entregar o piloto indiano se isso levar a uma desescalada" da crise entre as duas nações, afirmou um porta-voz do Paquistão, citando o ministro Shah Mehmood Qureshi.
    Mais cedo, a agência de notícias indiana Ians informou que o Exército paquistanês violou repetidamente o cessar-fogo na área de Poonch, na Caxemira, ao longo da chamada linha de controle, na fronteira com a Índia. De acordo com a publicação, os militares bombardearam a área pelo sétimo dia consecutivo. Todas as escolas foram fechadas e o governo indiano pediu para os moradores permanecerem em suas casas. Os dois países são potências nucleares e reivindicam o domínio da Caxemira em sua integridade. A escalada de violência teve início após de tropas indianas dispararem tiros de morteiro contra civis, segundo as forças paquistanesas, na Caxemira.
   

Premier do Paquistão anuncia que libertará piloto indiano
Premier do Paquistão anuncia que libertará piloto indiano
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Veja também:

Cadeirante escala arranha-céu em Hong Kong em troca de doações para caridade
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade