PUBLICIDADE

'Precisamos passar de economia liberal para comunitária', diz Papa

Francisco voltou a pedir novos modelos de desenvolvimento

25 mai 2022 13h23
| atualizado às 13h53
ver comentários
Publicidade

O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira (25), durante uma audiência no Vaticano, que o mundo precisa sair da "economia liberal" e adotar um modelo "comunitário".

Papa Francisco durante audiência com Global Solidarity Fund, no Vaticano
Papa Francisco durante audiência com Global Solidarity Fund, no Vaticano
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

As declarações foram dadas em um encontro do pontífice com membros do Global Solidarity Fund, entidade ligada à Igreja Católica que promove parcerias para ajudar as populações mais vulneráveis.

"A economia precisa ser convertida, e tem de ser agora", afirmou o Papa na Sala Paulo VI. "Precisamos passar de uma economia liberal para uma economia compartilhada pelas pessoas, para uma economia comunitária", acrescentou Francisco, em um trecho improvisado de seu discurso.

De acordo com o líder católico, não é mais possível conviver com "padrões de economia" provenientes tanto do liberalismo quanto do comunismo. "Precisamos de uma economia cristã, digamos assim", salientou.

Desde que assumiu o comando da Igreja, em 2013, Jorge Bergoglio colocou a desigualdade no centro de sua agenda e já publicou uma encíclica, a "Fratelli tutti", de forte teor social e na qual critica o capitalismo.  

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade