1 evento ao vivo

Pesquisa estatal mostra que até agora 76% da Rússia apoia reformas por permanência de Putin

29 jun 2020
10h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O instituto de pesquisa de opinião estatal russo VTsIOM disse nesta segunda-feira que suas pesquisas de boca de urna mostraram que, até agora, 76% do país votou a favor de reformas que poderiam permitir que o presidente Vladimir Putin se mantenha no poder até 2036.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em residência estatal de Novo-Ogaryovo, nos arredores de Moscou
26/06/2020 Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em residência estatal de Novo-Ogaryovo, nos arredores de Moscou 26/06/2020 Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
Foto: Reuters

A votação nacional de reformas constitucionais começou no dia 25 de junho e durará sete dias como precaução contra a pandemia de coronavírus.

Se aprovadas, as mudanças habilitariam Putin a concorrer a presidente duas vezes depois que seu mandato atual terminar em 2024.

O instituto de pesquisa disse que 76% das pessoas que já votaram apoiaram as reformas e que 23,6% daquelas que concordaram em ser entrevistadas depois de votarem disseram tê-las rejeitado.

O VTsIOM disse ter conversado com 163.124 eleitores em 800 seções eleitorais de 25 regiões da Rússia.

Os resultados estão, grosso modo, alinhados com as projeções feitas antes da votação com base em sondagens anteriores da empresa.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse não ver problema em divulgar resultados preliminares antes de 1º de julho.

"Isto não é uma votação competitiva, não são eleições", disse ele aos repórteres quando indagado se tal divulgação pode se considerada uma pressão sobre os russos que ainda não tomaram uma decisão. Putin votará em pessoa, afirmou Peskov, mas sem querer informar quando.

Os críticos do Kremlin dizem que a votação é uma fraude e que temem que será manipulada.

Veja também:

Guerra Armênia x Azerbaijão: menina de 3 anos fica órfã após ataque com míssil
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade