2 eventos ao vivo

Papa lamenta morte do cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo

Francisco enviou telegrama para recordar 'zelo' do brasileiro

9 out 2019
15h12
atualizado às 16h27
  • separator
  • 0
  • comentários

O papa Francisco lamentou na tarde desta quarta-feira (9) a morte do cardeal brasileiro dom Serafim Fernandes de Araújo, arcebispo emérito de Belo Horizonte, em Minas Gerais.
    Em telegrama enviado ao dom Walmor de Oliveira Azevedo, arcebispo de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, o Pontífice recordou a "paixão missionária" de Araújo, "que fez crescer no coração dos fiéis o amor a Jesus Cristo e à sua Igreja". O cardeal brasileiro morreu nesta terça-feira (8), aos 95 anos, vítima de complicações por pneumonia. A notícia foi informada pela arquidiocese metropolitana de BH. "Recebi com pesar a notícia do falecimento do cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo e desejo manifestar a minha comunhão de orações com os seus familiares e com todos os fiéis dessa Arquidiocese neste momento de luto", escreveu o líder argentino.
    Jorge Bergoglio ainda ressaltou que o religioso serviu a Igreja com tanto zelo, "tendo sido padre conciliar durante o Concílio Vaticano II", além de ter se dedicado por mais de 50 anos à Arquidiocese mineira. Na mensagem, o Papa lamentou a morte do brasileiro, pedindo para que "Deus acolha na sua felicidade eterna este seu servo bom e fiel", e expressou solidariedade por todos que "choram a perda de seu amado pastor". Nascido em 13 de agosto de 1924 em Minas Novas (MG), dom Serafim Fernandes de Araújo foi nomeado o terceiro arcebispo metropolitano de Belo Horizonte em 5 de fevereiro de 1986. Seu corpo está sendo velado no Santuário Arquidiocesano da Adoração Perpétua - Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem. O funeral acontecerá amanhã (10) após uma série de homenagens e de uma missa presidida por dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Papa Francisco lamenta morte de cardeal brasileiro
Papa Francisco lamenta morte de cardeal brasileiro
Foto: Reprodução / Twitter / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade