PUBLICIDADE

Mundo

Papa está em condição "boa e estável", tomando antibiótico intravenoso para inflamação pulmonar

27 nov 2023 - 08h04
Compartilhar
Exibir comentários

O Papa Francisco, que está sofrendo de inflamação pulmonar, está em condição "boa e estável", recebendo antibiótico por via intravenosa, e limitará suas atividades nos próximos dias para conservar suas forças, disse o Vaticano nesta segunda-feira.

O porta-voz Matteo Bruni disse em um comunicado que uma tomografia computadorizada realizada em um hospital de Roma no sábado excluiu a pneumonia, mas detectou uma inflamação nos pulmões do papa que causou dificuldades respiratórias.

"A condição do papa é boa e estável, ele não tem febre e sua condição respiratória está decididamente melhorando", disse Bruni.

"Para facilitar a recuperação do papa, alguns compromissos importantes que estavam programados para esses dias foram adiados para que ele possa dedicar seu tempo e energia (à recuperação)."

Bruni acrescentou que Francisco, de 86 anos, continuaria a realizar tarefas institucionais "mais fáceis", se sua condição permitir.

Mais tarde, o Vaticano disse que o papa prosseguiu com uma audiência planejada com o presidente do Paraguai, Santiago Peña Palacios, na casa de hóspedes do Vaticano, onde o papa vive. As audiências com chefes de Estado normalmente ocorrem no Palácio Apostólico, um edifício separado no terreno do Vaticano

Uma parte de um dos pulmões do papa foi removida quando Francisco era jovem em seu país natal, a Argentina.

Francisco deve viajar para Dubai na sexta-feira para participar da conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas. A declaração de Bruni não mencionou a viagem, aparentemente indicando que ela ainda está prevista.

Para sua bênção e mensagem semanal no domingo, Francisco apareceu sentado na capela de sua residência em vez de na Praça de São Pedro, enquanto um assessor lia a mensagem do pontífice.

Quando ele levantou a mão direita, era visível uma bandagem segurando um tubo intravenoso usado para administrar os antibióticos.

No início deste mês, Francisco não leu um discurso preparado para uma reunião com rabinos europeus porque estava resfriado, mas parecia estar em boas condições de saúde durante uma reunião com crianças horas mais tarde naquele dia.

Em junho, ele foi operado de uma hérnia abdominal e passou nove dias no hospital. Ele parece ter se recuperado totalmente dessa operação.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade