1 evento ao vivo

Papa aceita renúncia de arcebispo de Washington em crise de abusos sexuais

12 out 2018
10h21
  • separator
  • comentários

O papa Francisco aceitou a renúncia do cardeal Donald Wuerl como arcebispo de Washington, informou o Vaticano nesta sexta-feira, tornando Wuerl uma das figuras católicas mais seniores a renunciar em meio a uma crise mundial de abusos sexuais.

Wuerl, de 77 anos e que foi bispo de Pittsburgh entre 1988 e 2006, está sob escrutínio pela maneira que lidou com casos de abusos sexuais durante este período. Ele mantém seu título de cardeal.

Em uma carta feita pelo papa e divulgada em Washington, Francisco indicou que aceitou a renúncia com relutância e por insistência de Wuerl. Ele pediu para Wuerl continuar como administrador até que outro arcebispo possa ser nomeado.

Wuerl tem estado sob fogo desde a divulgação em agosto de um relatório de Grande Júri dos Estados Unidos sobre abusos sexuais, que encontrou evidências de que ao menos mil pessoas, na maioria crianças, haviam sido abusadas sexualmente por cerca de 300 clérigos durante o período de 70 anos. O relatório cobriu seis dioceses na Pensilvânia, incluindo Pittsburgh quando era comandada por Wuerl.

Ele também foi acusado de saber sobre condutas sexuais impróprias cometidas por seu antecessor em Washington, o ex-cardeal Theodore McCarrick.

Wuerl defendeu seu histórico geral em Pittsburgh. Ele também negou ter conhecimento de que McCarrick, no passado uma das figuras mais proeminentes da Igreja dos EUA, havia forçado jovens homens seminaristas a transarem com ele anos atrás.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade