PUBLICIDADE

Mundo

Pai de Alok conta como passou por ataque terrorista : 'O que me deu um norte foi lembrar dos netos'

Juarez Petrillo deu entrevista ao 'Fantástico' exibida na noite deste domingo, 15, falando sobre ter sobrevivido a um atentado do Hamas em Israel durante rave na semana passada

15 out 2023 - 21h53
(atualizado às 22h17)
Compartilhar
Exibir comentários
Alok ao lado de seu pai, Juarez Petrillo, durante entrevista ao 'Fantástico' em outubro de 2023, dias após ataque terrorista a rave em Israel
Alok ao lado de seu pai, Juarez Petrillo, durante entrevista ao 'Fantástico' em outubro de 2023, dias após ataque terrorista a rave em Israel
Foto: Reprodução/TV Globo

O pai de Alok, Juarez Petrillo, relatou em entrevista ao Fantástico neste domingo, 15, o que passou após a rave em que estava em Israel ter sofrido com um ataque terrorista do Hamas no último dia 7 de outubro.

Também conhecido como DJ Swarup, ele participava da edição israelense do festival Universo Paralello. Apesar de ser criador do evento no Brasil, ele licenciou o nome da marca a uma produtora local, responsável por toda a organização. A festa foi interrompida por bombardeios.

Entrevista de pai de Alok ao Fantástico

Juarez contou como percebeu que se tratava de um atentado: "Já tava amanhecendo, a coisa mais linda. Quando olhei a pista, falei: gente, essa a pista mais incrível da minha vida. De repente estoura uma bomba do lado da festa. Foi um grito de susto de todo mundo. Nessa hora a coisa mudou. Começaram a entrar em pânico e a chorar, foi geral".

"De repente a gente escutou um barulho de metralhadora. O cara que tava comigo falou: 'É nosso exército dando o troco'. Falou desse jeito, como se fosse a defesa. Mas não, pelo contrário. Eram motociclistas entrando dentro da festa", continuou.

Juarez Petrillo também contou o que passou em sua cabeça quando estava no bunker, para ter forças para sair da situação: "O que me deu um caminho, um norte, foi quando lembrei dos meus netos. Não era DJ mais, produtor, artista, não, sou vovô".

Quem era Bruna Valeanu, brasileira que morreu após ataque a rave em Israel Quem era Bruna Valeanu, brasileira que morreu após ataque a rave em Israel

Alok também comentou a questão envolvendo o pai: "Eu vi por causa dos vídeos da internet. Comecei a ligar desesperadamente para ele. Não consegui falar com ele, só um amigo. Depois consegui falar com meu pai. A ficha foi caindo no dia seguinte, quando a gente viu que tinha mais de 250 corpos ali, perto da área do festival, e fomos começar a entender a gravidade."

Ranani Glazer: quem é o brasileiro encontrado morto após ataque do Hamas Ranani Glazer: quem é o brasileiro encontrado morto após ataque do Hamas

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade