PUBLICIDADE

Estados Unidos enviarão mais 1.500 homens ao Iraque

Militares são enviados para exercerem um papel não combativo, para treinar, aconselhar e ajudar as forças de segurança iraquianas

7 nov 2014 18h44
| atualizado às 18h57
ver comentários
Publicidade
O presidente dos EUA, Barack Obama, concede entrevista no Salão Leste da Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos, na quarta-feira. 05/11/2014
O presidente dos EUA, Barack Obama, concede entrevista no Salão Leste da Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos, na quarta-feira. 05/11/2014
Foto: Kevin Lamarque / Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aprovou o envio de mais 1.500 homens ao Iraque para treinar as forças curdas e de Bagdá, na luta contra o grupo Estado Islâmico (EI) - informou a Casa Branca, nesta sexta-feira.

"Como parte da nossa estratégia para fortalecer os parceiros no terreno, o presidente Obama autorizou hoje o envio de até mais 1.500 militares americanos para um papel não combativo para treinar, aconselhar e ajudar as forças de segurança iraquianas, incluindo as forças curdas", completou a nota divulgada pelo governo.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade