0

OMS diz que jovens não são "invencíveis" ao coronavírus

20 mar 2020
17h42
atualizado às 18h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O coronavírus pode deixar doentes ou matar jovens, que também devem evitar transmití-lo para pessoas mais velhas e mais vulneráveis, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS), nesta sexta-feira.

Entrevista coletiva online da OMS em Genebra, Suíça; o diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, aparece no centro da imagem 
16/03/2020
Christopher Black/OMS/Divulgação via REUTERS
Entrevista coletiva online da OMS em Genebra, Suíça; o diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, aparece no centro da imagem 16/03/2020 Christopher Black/OMS/Divulgação via REUTERS
Foto: Reuters

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, afirmou em uma entrevista coletiva online: "Hoje tenho uma mensagem para os jovens: vocês não são invencíveis, esse vírus pode colocá-los no hospital por semanas ou até matá-los. Mesmo que você não adoeça, as escolhas que você faz sobre onde vai podem ser a diferença entre a vida e a morte para outra pessoa."

Em meio à escassez de equipamentos de proteção para profissionais de saúde e testes de diagnóstico, serão necessárias "pontes aéreas" para levar suprimentos para profissionais de saúde, disse o principal especialista em emergências da OMS, Mike Ryan.

A OMS distribuiu 1,5 milhão de testes de laboratório em todo o mundo, mas a demanda pode chegar a ser 80 vezes maior para o combate à pandemia, disse ele.

Veja também:

Coronavírus impede pais de buscarem bebês de barriga de aluguel na Ucrânia
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade