PUBLICIDADE

Mundo

Modi chama Putin de 'amigo', mas critica morte de crianças

Premiê da Índia se reuniu com presidente da Rússia em Moscou

9 jul 2024 - 12h22
(atualizado às 13h52)
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu nesta terça-feira (9), em Moscou, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, que definiu o líder do Kremlin como "amigo", mas pediu "diálogo" para garantir a paz com a Ucrânia. "A solução não pode ser através da guerra. Bombas, mísseis e fuzis não podem garantir a paz, então precisamos colocar o foco no diálogo", afirmou Modi durante o encontro.

    "Como seu amigo, sempre te disse que a paz é necessária para um futuro luminoso para as gerações futuras", acrescentou o premiê, que fez uma referência velada ao ataque contra um hospital pediátrico em Kiev, na última segunda-feira (8).

    "Quer se trate de guerra, conflito ou ataque terrorista, qualquer um que acredita na humanidade sente dor quando há perda de vidas humanas. E quando crianças inocentes são mortas, essa dor é verdadeiramente terrificante", acrescentou.

    Putin, por sua vez, agradeceu ao premiê por seus esforços para "resolver" a guerra na Ucrânia "de modo pacífico". "Hoje nossas relações têm o caráter de uma parceria estratégica privilegiada", salientou o presidente.

    Já o mandatário da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse estar "decepcionado" com a visita de Modi a Moscou. "É um duro golpe para os esforços de paz ver o líder da maior democracia do mundo abraçar o criminoso mais sanguinário do mundo", escreveu ele no X na última segunda (8), primeiro dia da missão do primeiro-ministro indiano na Rússia.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade