PUBLICIDADE

Mundo

Italiano é preso por furto de 15 toneladas de peixe e crustáceos

Homem cumprirá pena de 4 meses quase 10 anos após crime

18 mai 2024 - 12h00
(atualizado às 12h09)
Compartilhar
Exibir comentários

Quase 10 anos após o crime, um homem foi preso na Itália neste sábado (18) pelo furto de 15 toneladas de crustáceos, peixes congelados e outros mantimentos.

    O caso ocorreu em Terzo d'Acqui, Alessandria, em dezembro de 2014. A ocorrência gerou um prejuízo de várias centenas de milhares de euros.

    Os carabineiros de Sospiro, em Cremona, encontraram o homem, que já foi condenado definitivamente por furto qualificado.

    Ele tem 60 anos de idade e já tinha antecedentes criminais. A pena será de quatro meses de reclusão.

    Ele fazia parte de uma associação criminosa que praticava os furtos em diversos estabelecimentos e depósitos de armazenamento de queijo e outros produtos alimentícios entre Modena, Reggio Emilia, Parma, Alessandria, L'Aquila e Mântua. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade