8 eventos ao vivo

Itália começará vacinação contra Covid em janeiro, diz ministro

Anúncio foi feito pelo chanceler Luigi Di Maio em programa de TV

16 out 2020
15h44
atualizado às 16h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, anunciou nesta sexta-feira (16) que o país iniciará a campanha de vacinação contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) a partir de janeiro de 2021.

Anúncio foi feito pelo chanceler Luigi Di Maio em programa de TV
Anúncio foi feito pelo chanceler Luigi Di Maio em programa de TV
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

"As primeiras doses da vacina vão chegar à Itália no final do ano. E, a partir de janeiro, vamos começar a vacinar", afirmou o chanceler durante a gravação do programa de TV "Acordo e Desacordos".

Di Maio explicou que o governo italiano assinou um acordo com vários países europeus que prevê 250 milhões de doses de vacina contra a Covid-19.

"Vamos poder respirar e será um sinal de confiança também para os mercados mundiais", acrescentou.

Na semana passada, o ministro italiano já havia anunciado que as primeiras doses do imunizante criado pela Universidade de Oxford chegará no país até o final do ano.

A Itália vive um momento de preocupação devido ao aumento no número de novos casos de Covid-19. No entanto, apesar do crescimento, o governo italiano descarta decretar um segundo lockdown nacional. Hoje, o país registrou a marca inédita de mais de 10 mil contágios em um único dia.

Veja também:

Segunda onda de covid-19 na Europa
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade