PUBLICIDADE

Imagens mostram ucranianos resistindo à invasão russa

Nesta sexta-feira, tropas russas alcançaram a capital Kiev; ministério pede que a população revide

25 fev 2022 - 11h38
(atualizado às 14h35)
Ver comentários
Publicidade
Resistência da Ucrânia mata mais de mil soldados russos:

O poder bélico da Rússia não intimidou os ucranianos que permanecem no país mesmo após a invasão autorizada por Vladimir Putin ao país. Imagens nas redes sociais mostram alguns moradores resistindo às tropas russas.

Protestos contra a Guerra na Ucrânia tomaram conta da Europa e outros países do mundo
Protestos contra a Guerra na Ucrânia tomaram conta da Europa e outros países do mundo
Foto: Reuters

Na manhã desta sexta-feira, 25, pelo horário local (madrugada no Brasil), o Ministério da Defesa da Ucrânia confirmou a presença russa em bairros de Kiev. A pasta pediu ainda que os moradores que permanecem na cidade joguem coquetéis molotov nos inimigos.

Em alguns pontos da cidade, voluntários estão recebendo armas para enfrentar os russos.

 

Outra imagem que foi parar nas redes sociais é a de um ucraniano entrando na frente de tanques russos, o que lembra muito o 'O Rebelde Desconhecido', que ganhou fama no mundo todo ao ser filmado frente a uma coluna de tanques chineses durante os protestos na Praça da Paz Celestial de Pequim, em 1989.

Veja também: a impressionante potência militar da Rússia

Um vídeo que também viralizou na internet mostra uma ucraniana discutindo com um soldado russo em uma rua do país. Com a tradução publicada em inglês nas redes sociais, foi possível notar uma frase de impacto usada pela mulher, que pede que os soldados coloquem sementes em seus bolsos. Dessa forma, quando morrerem em território ucraniano, flores vão nascer no local em que seus corpos caíram.

 

Nesta sexta-feira, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que suas forças capturaram o aeródromo estratégico de Hostomel nos arredores da capital ucraniana e desembarcaram paraquedistas na região.

Famosos temem risco de guerra após invasão russa à Ucrânia:

A pasta disse que as Forças Armadas russas bloquearam o acesso a Kiev pelo oeste, e separatistas no leste da Ucrânia atacaram posições do Exército ucraniano com apoio do Exército russo.

Com o avanço das tropas russas pelo território da Ucrânia, o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, afirmou que a capital "entrou em um nova fase, a de posicionamento defensivo, pronta para resistir também com o apoio de muitos cidadãos". Segundo fontes do governo norte-americano, Kiev pode cair nas mãos dos russos "nos próximos dias".

* Com informações da Ansa e Reuters

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade