PUBLICIDADE

França diz que não será refém de política migratória britânica

29 nov 2021 10h18
| atualizado às 14h48
ver comentários
Publicidade

A França está pronta para um debate sério com o Reino Unido sobre questões relacionadas à imigração ilegal, mas não será feita de refém das políticas internas britânicas, disse o ministro do Interior francês, Gérald Darmanin.

Ministro do Interior da França, Gerald Darmanin, durante reunião com outros ministros em resposta à imigração por meio do Canal da Mancha, em Calais, França
28/11/2021 Francois Lo Presti/Pool via REUTERS
Ministro do Interior da França, Gerald Darmanin, durante reunião com outros ministros em resposta à imigração por meio do Canal da Mancha, em Calais, França 28/11/2021 Francois Lo Presti/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Os dois países já estão em choque por causa de regras comerciais pós-Brexit e direitos de pesca. Na semana passada, as relações azedaram mais depois que 27 pessoas morreram tentando cruzar o Canal da Mancha.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, escreveu ao presidente Emmanuel Macron delineando cinco passos que os dois países poderiam dar para impedir que migrantes façam a jornada arriscada. Um deles irritou em particular o governo francês: enviar imigrantes ilegais de volta para a França.

Depois que Johnson publicou a carta no Twitter, a França reagiu cancelando um convite para a secretária do Interior britânica, Priti Patel, participar de uma reunião com contrapartidas europeias no domingo para debater a questão

"O Reino Unido saiu da Europa, mas não do mundo. Precisamos trabalhar seriamente nestas questões... sem ser feitos de refém das políticas domésticas britânicas", disse Darmanin aos repórteres depois de se encontrar com ministros da Bélgica, Holanda e da Alemanha em Calais.

Ele acrescentou que, em particular, o tom do governo britânico é diferente do público.

A França está lidando com o tema da imigração ilegal ao Reino Unido há 25 anos e está na hora de este acordar, disse Darmanin.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade