1 evento ao vivo

Ucrânia acha 42 kg de ouro e US$ 4,8 mi em apartamentos de ex-ministro

Buscas foram realizadas em uma investigação de corrupção no setor de energia; Eduard Stavytsky era íntimo do presidente deposto Yanukovich

22 mar 2014
13h40
atualizado às 14h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A polícia ucraniana apreendeu 42 quilos de ouro e US$ 4,8 milhões em dinheiro durante uma busca nos apartamentos do ex-ministro de Energia Eduard Stavytsky, disse o ministro do Interior ucraniano, Arsen Avakov, neste sábado. Avakov afirmou que as buscas foram realizadas no âmbito de uma investigação de corrupção no setor de energia.

"Fiquei surpreso quando recebi o relatório com os resultados, hoje de manhã. Quanto alguém precisaria roubar para ter uma 'ninharia' dessas em casa, como dinheiro para pequenas despesas?", disse Avakov em mensagem no Facebook.

A carreira de Stavysky floresceu durante o governo do presidente deposto, Viktor Yanukovich, e ele foi nomeado ministro da Energia em dezembro de 2012. A mídia ucraniana descreve Stavytsky como membro do círculo íntimo de Yanukovich. Ele não pôde ser encontrado para comentar o assunto.

A polícia ucraniana prendeu na sexta-feira outro funcionário do setor de energia: o diretor da empresa estatal Naftogaz Yevhen Bakulin, como parte da investigação sobre corrupção que pode ter custado ao país ucraniano cerca de US$ 4 bilhões.

A Naftogaz é responsável pela importação e distribuição de gás natural russo na Ucrânia. A empresa também detém o monopólio do transporte de gás da Gazprom, da Rússia, a partir da Ucrânia para a Europa.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crimeia/" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crimeia/">veja o infográfico</a>

Veja também:

Bocelli se sentiu "humilhado e ofendido" por lockdown
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade