PUBLICIDADE

Pró-russos libertam 2 oficiais ucranianos sequestrados

1 mai 2014 07h25
| atualizado às 07h26
ver comentários
Publicidade

As milícias pró-russas da cidade de Slaviansk (sudeste da Ucrânia) libertaram dois dos três oficiais do Serviço de Segurança da Ucrânia os quais tinham sido sequestrados. "Conseguimos acertar com a outra parte a troca de dois destes soldados de unidades especiais em troca de nossos partidários. Depois os libertamos" disse um porta-voz das "forças de autodefesa" pró-russas à agência Interfax.

A fonte assegurou que os libertados se comprometeram a não participar de nenhuma operação militar no sudeste da Ucrânia. Os oficiais ucranianos sequestrados no dia 26 foram identificados como o tenente-coronel Rostislav Kiyashko, o major Sergei Potemski e o capitão Yevgueni Varinski.

Eles foram exibidos às câmeras de televisão com os olhos vendados, descalços e em cuecas e camiseta.

Pouco antes do anúncio da libertação de dois deles, o autoproclamado prefeito de Slaviansk, Viacheslav Ponomariov, disse à agência russa "Interfax" que tinham começado negociações com as autoridades de Kiev para a libertação dos seis inspetores militares europeus e um intérprete retidos desde o dia 25 de abril.

Entenda a crise na Ucrânia Entenda a crise na Ucrânia

EFE   
Publicidade
Publicidade