0

Europa

França confirma morte de autor de ataque na Champs-Elysees

Reuters
19 jun 2017
12h53
atualizado às 12h56
  • separator
  • comentários

O homem que lançou um carro contra um furgão da polícia francesa nesta segunda-feira (19), em Paris, foi morto pelas equipes de segurança, confirmou o ministro do Interior da França, Gerard Collomb.

O suspeito do ataque já era conhecido pelo serviço de inteligência. Ele teria nascido em 1985 e era considerado um suspeito de radicalização islâmica, informou o jornal Le Parisien .

As autoridades da França consideraram o ocorrido como um ato de "terrorismo". De acordo com fontes do governo, o caso foi entregue para o departamento de contraterrorismo da Promotoria de Paris e ao Diretório Geral para a Segurança Interna (DGSI).

O homem tentou atacar os agentes policiais na avenida Champs-Elysees, a poucos metros do Palácio do Eliseu, onde esta noite o presidente Emmanuel Macron oferecerá um jantar para o rei da Jordânia, Abdullah II.

O agressor, que estava armado. O carro usado no ataque também teria explodido no momento da colisão. Por isso, as primeiras informações eram de que um carro estava em chamas na Champs-Elysees, uma das principais vias de Paris. De acordo com a emissora BFM, o veículo estava carregado com botijões de gás.

Veja também

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade