0

Tempestade de neve atinge meio-oeste dos EUA e cancela voos

9 fev 2018
16h45
atualizado às 16h56
  • separator
  • comentários

Uma grande tempestade de inverno que atingiu o meio-oeste dos Estados Unidos nesta sexta-feira forçou o cancelamento de centenas de voos, já que a neve intensa e as temperaturas em queda ameaçavam interditar as viagens em toda a região.

Neve em Chicago
Neve em Chicago
Foto: Reuters

O sistema de tempestade, que se estende do oeste de Montana ao sul de Michigan, pode provocar 36 centímetros de neve em certas áreas, disse o Serviço Nacional do Clima. A previsão é que a neve forte seguirá para o norte do Estado de Nova York e para a Nova Inglaterra no início do sábado.

    Chicago esperava entre 15 e 23 centímetros de neve no início desta sexta-feira e mais neve no final de semana, de acordo com a previsão do serviço.

    Gelo e neve cobriram as vias expressas de Chicago, onde aconteceram ao menos 25 colisões de quinta para sexta-feira, noticiou o jornal Chicago Tribune. A maioria dos tribunais estaduais do condado de County, que inclui Chicago, passaram o dia fechados.

Andrew Busch, economista político que mora na área de Chicago, ficou surpreso com a famosa resistência de seus vizinhos ao inverno.

    "Trinta centímetros de neve, -3o Celsius, e acabei de ver uma pessoa indo trabalhar de camiseta de manga curta segurando um casaco e bebendo café gelado", escreveu no Twitter. "Pois é, isto é Chicago!"

    Autoridades municipais anunciaram o fechamento de escolas em Chicago, Detroit e Milwaukee por causa do clima.

    Cerca de 1.250 voos foram cancelados em todo o país, e cerca de um em cada cinco voos partindo ou chegando aos aeroportos de Chicago e Detroit foi suspenso, de acordo com o site FlightAware.com, que monitora o tráfego aéreo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade