PUBLICIDADE

Juiz dos EUA anula proibição do casamento gay na Pensilvânia

20 mai 2014 - 18h58
<p>Al&eacute;m da Pensilv&acirc;nia, o estado do Oregon anulou a proibi&ccedil;&atilde;o de&nbsp;leis que impediam os casamentos entre pessoas do mesmo sexo</p>
Além da Pensilvânia, o estado do Oregon anulou a proibição de leis que impediam os casamentos entre pessoas do mesmo sexo
Foto: Reuters

A Pensilvânia se tornou o 19º estado a permitir casamentos entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos.  

O juiz John Jones considerou inconstitucional a proibição que impedia os casamentos entre homossexuais no estado, respaldando a reivindicação apresentada por 23 residentes da Pensilvânia, que tinham posto em interdição a constitucionalidade da dita proibição.

"Alguns de nossos cidadãos estão profundamente incômodos com a noção do casamento (entre pessoas) do mesmo sexo. No entanto, o fato de que isso incomode a alguns não faz com que essa proibição seja constitucional", disse o magistrado.

A procuradora-geral do estado, Kathleen Kane, anunciou  em 2013 que não defenderia a proibição por questões éticas e por considerá-la "absolutamente inconstitucional", uma função que recaiu na administração do governador da Pensilvânia, o republicano Tom Corbett.

"A desigualdade é inaceitável em qualquer de suas formas, e nunca aguentou a prova do tempo", assegurou a procuradora-geral da Pensilvânia em comunicado emitido ao conhecer a decisão judicial.

Nas últimas três semanas, vários juízes anularam também a proibição das leis que impediam os casamentos entre homossexuais no Oregon, Arkansas e Idaho, embora nestes dois últimos estados o caso esteja em apelação.

Descubra onde ser homossexual é um crime passível de pena de morte Descubra onde ser homossexual é um crime passível de pena de morte

EFE   
Publicidade