2 eventos ao vivo

Trump ignora devolução de suborno por silêncio de atriz

13 mar 2018
16h19
atualizado às 17h11
  • separator
  • comentários

Um advogado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ignorou o prazo proposto por uma atriz pornô para devolver os 130 mil dólares de pagamento por seu silêncio para poder falar livremente sobre suposto caso com Trump, disse o advogado dela.

Atriz pornô Stephanie Clifford posa após apresentação de striptease em Nova York
 23/2/2018    REUTERS/Eduardo Munoz
Atriz pornô Stephanie Clifford posa após apresentação de striptease em Nova York 23/2/2018 REUTERS/Eduardo Munoz
Foto: Reuters

Em uma carta dirigida a Michael Cohen na segunda-feira, a atriz Stephanie Clifford, que usa o nome artístico de Stormy Daniels, se ofereceu para depositar o valor em uma conta escolhida por Trump para liberá-la de um acordo de sigilo que assinou em outubro de 2016.

Uma vez que um novo acordo fosse assinado, disse a carta, Stephanie também poderia usar e publicar quaisquer mensagens de texto, fotos e vídeos relacionados a Trump que possa ter em sua posse.

Cohen, um advogado particular de Trump, disse ter pago 130 mil dólares de seu próprio bolso a Stephanie durante a campanha presidencial de 2016. Ele não explicou por que fez o pagamento nem disse se Trump estava ciente dele.

O advogado de Stephanie, Michael Avenatti, disse que Cohen não respondeu à proposta até o prazo proposto por sua cliente, que seria ao meio-dia desta terça-feira (13).

"O presidente e o senhor Cohen ignoraram propositalmente nossa oferta de acordo, com isso, dobrando seus esforços para amordaçar a senhorita Clifford e impedi-la de contar ao povo americano o que aconteceu", tuitou Avenatti.

Stephanie pode receber uma penalidade de um milhão de dólares se violar o acordo de sigilo. Na semana passada ela deu uma entrevista ao programa 60 Minutes, da rede CBS News, que ainda não foi transmitida.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade