0

Ataques da coalizão na Síria matam 14 jihadistas e 5 civis

Mortes aconteceram na noite desta quarta-feira na província de Deir Ezzor, leste da Síria

25 set 2014
08h43
atualizado às 08h44
  • separator
  • comentários

Bombardeios da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra alvos do grupo Estado Islâmico (EI) mataram 14 jihadistas e cinco civis, incluindo uma criança, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

<p>Moradores das &aacute;reas atingidas pelos bombardeios da coaliza&ccedil;&atilde;o, liderada pelos EUA, andam entre escombros</p>
Moradores das áreas atingidas pelos bombardeios da coalização, liderada pelos EUA, andam entre escombros
Foto: Bassam Khabieh / Reuters

As mortes dos insurgentes aconteceram na quarta-feira à noite na província de Deir Ezzor (leste do país), enquanto os civis morreram em Hasake (nordeste).

Os ataques tiveram como alvos sobretudo instalações de petróleo sob controle do EI, assim como pelo menos um de seus postos de controle, segundo o diretor da ONG, Rami Abdel Rahman.

Fontes do Pentágono anunciaram na quarta-feira que Washington e seus aliados árabes haviam retomado os ataques contra o EI, que começaram na terça-feira.

O porta-voz do Pentágono, o contra-almirante John Kirby, disse que os bombardeios apontavam contra 12 refinarias.

Os combatentes do EI assumiram o controle de instalações e campos de petróleo na Síria. As autoridades acreditam que eles vendem combustível no mercado negro para financiar suas operações.

Os bombardeios contaram com a participação de aviões da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos, segundo Kirby.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade