0

Cingapura indicia mais 3 suspeitos por roubos em refinaria de petróleo da Shell

13 jan 2018
12h41
  • separator
  • comentários

Um tribunal de Cingapura indiciou neste sábado três suspeitos de envolvimento em roubos de petróleo de grande escala na maior refinaria da Shell, dias após indiciar outras 11 pessoas como parte de uma ampla investigação de autoridades da cidade-Estado.

A subsidiária de Cingapura da Royal Dutch Shell  contatou pela primeira vez as autoridades em agosto, por conta de roubos na refinaria de Pulau Bukom, ao sul da principal ilha do país.

A polícia apreendeu milhões de dólares em dinheiro e um pequeno navio petroleiro em operações simultâneas em toda a nação, um dos maiores centros de comércio de petróleo do mundo e importante polo de refino.

Nesta semana, Cingapura indiciou 11 homens, incluindo oito funcionários da Shell e dois cidadãos vietnamitas, por roubo após uma operação que prendeu 17 pessoas.

Mas as acusações sobre mais três suspeitos também envolveram a Sentek Marine & Trading Pte, uma das maiores fornecedoras de combustíveis marinhos de Cingapura, e a investigação descobriu que uma das duas embarcações envolvidas no roubo era da empresa.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade