China condena cidadãos de Hong Kong por tentativa de fuga

Os 10 indivíduos foram condenados a penas entre 7 meses e 3 anos

30 dez 2020
10h44 atualizado às 10h55
0comentários
10h44 atualizado às 10h55
Publicidade

Um tribunal de Shenzhen, na China, condenou 10 cidadãos de Hong Kong que tentaram fugir da ex-colônia britânica de barco para Taiwan.

Bandeira da China em setor financeiro de Pequim 
 16/7/2020 REUTERS/Tingshu Wang
Bandeira da China em setor financeiro de Pequim 16/7/2020 REUTERS/Tingshu Wang
Foto: Reuters

De acordo com a Justiça chinesa, os 10 militantes pró-democracia foram condenados a penas entre sete meses e três anos de prisão por "travessia ilegal da fronteira".

Já outras duas pessoas, que possuem 16 e 17 anos de idade, foram mandados de volta a Hong Kong nesta quarta-feira (30).

Os dois organizadores da tentativa de fuga, Tang Kai-yin e Quinn Moon, foram condenados a dois e três anos de prisão, respectivamente. Já os outros oito cumprirão sete meses de detenção. Além disso, todos precisarão pagar uma multa de cerca de 2,5 mil euros.

Na segunda-feira (28), a embaixada dos Estados Unidos em Pequim pediu às autoridades chinesas a libertação imediatada dos 12 cidadãos de Hong Kong, mas a China criticou duramente o pedido.

"A China é governada pela lei e responsabiliza aqueles que violam a lei", respondeu o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, instando Washington a parar de usar a questão de Hong Kong para interferir em seus assuntos internos.
    .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade