0

Big Ben foi mais danificado por bombas nazistas do que se imaginava, dizem especialistas

13 fev 2020
11h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A torre do Big Ben, instalada no Parlamento britânico, foi mais danificada por bombas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial do que se imaginou inicialmente, disseram especialistas nesta quinta-feira, e a conta de sua reforma subiu em quase 20 milhões de libras esterlinas.

Torre do Big Ben em Londres
09/11/2017 REUTERS/Toby Melville
Torre do Big Ben em Londres 09/11/2017 REUTERS/Toby Melville
Foto: Reuters

A torre de 177 anos está envolta em andaimes há três anos, e operários estão reformando sua cantaria e seu famoso relógio de 12 toneladas.

Chegar perto da torre de 96 metros lhes permitiu detectar outros problemas, como danos causados pela poluição e por amianto.

As Comissões da Câmara dos Comuns e a Câmara dos Lordes disseram ter sido informadas que, para devolver à torre seu esplendor anterior, o orçamento precisará aumentar de 61,1 milhões para 79,7 milhões de libras esterlinas.

Ian Ailles, diretor-geral da Câmara dos Comuns, disse que a tarefa de reformar a torre se mostrou mais complexa do que se previu.

"... entender a extensão total do dano na torre foi impossível até se montar os andaimes", explicou ele em um comunicado.

Entre outros problemas, descobriu-se que o estrago infligido pelas bombas durante a Segunda Guerra Mundial foi maior do que se acreditou a princípio.

Embora a torre tenha sobrevivido ao bombardeio nazista, seu teto e ponteiros foram danificados por uma operação aérea de maio de 1941 que destruiu o principal salão da Câmara dos Comuns.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade