PUBLICIDADE

Argentina pressiona AstraZeneca sobre fornecimento de vacina

O país fechou acordo em novembro do ano passado com a farmacêutica para receber cerca de 22 milhões de doses do imunizante

28 abr 2021 19h09
| atualizado às 19h20
ver comentários
Publicidade

O governo argentino informou nesta quarta-feira (28) que se reuniu com representantes da farmacêutica AstraZeneca para questionar sobre as "dificuldades" na produção de sua vacina contra covid-19 e no fornecimento ao país.

A ministra da Saúde do país, Carla Vizzotti, solicitou formalmente um relatório sobre o andamento da produção e do controle de qualidade da vacina, que está sendo feita parcialmente na Argentina e concluída no México e nos Estados Unidos.

"Tivemos uma nova reunião com o presidente da AstraZeneca Argentina e representantes da empresa para pedir que relatassem o mais rápido possível sobre as possíveis dificuldades que o processo de produção da vacina está passando", disse a ministra.

Vizzotti também exigiu uma estimativa de entrega das vacinas, afirmando que a informação é "vital para a organização da campanha de vacinação". A Argentina fechou acordo em novembro do ano passado com a para receber cerca de 22 milhões de doses de sua vacina contra covid-19 que está sendo desenvolvida com a Universidade de Oxford.

A escassez de vacinas na América Latina eleva a ameaça à frágil recuperação econômica da região, em meio a medidas restritivas devido a uma perigosa onda de infecções e aumento do número de mortos. A região tem cerca de 660 milhões de pessoas e registrou quase 30% dos 3,2 milhões de mortes por covid-19 no mundo até agora, apesar de abrigar apenas 8% da população mundial.

Frascos rotulados como de vacina da AstraZeneca contra Covid-19 em frente ao logo da empresa em foto de ilustração
14/03/2021 REUTERS/Dado Ruvic
Frascos rotulados como de vacina da AstraZeneca contra Covid-19 em frente ao logo da empresa em foto de ilustração 14/03/2021 REUTERS/Dado Ruvic
Foto: Reuters
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade