PUBLICIDADE

Cuba exige fechamento da prisão e base militar americana de Guantánamo

1 mai 2013 11h13
| atualizado às 11h16
ver comentários
Publicidade

A "prisão e base militar" dos Estados Unidos em Guantánamo, onde são registradas "torturas e mortes", devem "ser fechadas e este território deve ser devolvido a Cuba", exigiu em Genebra o ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez Parrilla.

"Nos preocupa profundamente o limbo jurídico que sustenta a permanente e atroz violação dos direitos humanos que transcorre na ilegal base naval de Guantánamo, território cubano que usurpam os Estados Unidos", disse Rodríguez Parrilla no Conselho dos Direitos Humanos da ONU em Genebra.

Na base naval de Guantánamo há um "centro de torturas e mortes em custódia, onde estão 166 detentos há 10 anos, sem garantias, julgamento nem defesa", denunciou o chanceler cubano. Cem detentos estão em "greve de fome, e 17 deles, com perigo para sua vida, recebem alimentação forçada por intubação", completou Rodríguez Parrilla.

"Esta prisão e base militar devem ser fechadas e este território deve ser devolvido a Cuba", concluiu o ministro cubano.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade