0

Assessor de Guaidó é detido na Venezuela, dizem opositores

"Roberto Marrero foi sequestrado pelo Sebin", disse opositor Sergio Vergara, referindo-se à agência de inteligência da Venezuela

21 mar 2019
08h36
atualizado às 09h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Agentes da inteligência venezuelana detiveram Roberto Marrero, chefe de gabinete do líder de oposição Juan Guaidó, disseram parlamentares nesta quinta-feira (21).

Juan Guaidó durante manifestação em Guacara
16/03/2019 REUTERS/Carlos Jasso
Juan Guaidó durante manifestação em Guacara 16/03/2019 REUTERS/Carlos Jasso
Foto: Reuters

Em janeiro, Guaidó invocou a Constituição para declarar-se presidente interino após alegar que a reeleição de Nicolás Maduro em 2018 havia sido uma fraude. O opositor foi reconhecido por dezenas de nações ocidentais como líder legítimo do país.

"Hoje, Roberto Marrero foi sequestrado pelo Sebin", disse o parlamentar da oposição Sergio Vergara, referindo-se à agência de inteligência da Venezuela. Vergara, cuja residência foi invadida na quinta-feira, fez a declaração em transmissão via Instagram.

"Está claro que a ditadura continua a sequestrar os cidadãos", disse o também parlamentar de oposição Franklyn Duarte, em um vídeo distribuído pela equipe de imprensa de Guaidó. Agentes também invadiram sua residência.

O Ministério da Informação da Venezuela não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade